Com duas vitórias em dois jogos na bagagem, Alberto Valentim terá o seu primeiro teste de ferro no próximo sábado, dia do clássico contra o Flamengo, no Estádio Nilton Santos. Confirmado na última segunda, o palco do confronto, a ser disputado pela terceira rodada da Taça Rio, chama a atenção pelo fato de o mando de campo ser do Rubro-Negro.

Além de refletir tempos de paz na relação entre os clubes, o jogo traz uma memória relevante para o torcedor alvinegro. No dia 3 de março, quando ocorrerá o duelo, completará cinco anos da última vitória do Botafogo sobre o Flamengo em seu estádio. Isso pelo Campeonato Carioca, pois, no ano passado, venceu o time da Gávea pelo Brasileirão.

Em 2013, assim como neste sábado, o mando também pertencia ao Flamengo, que defendia um tabu de quase três anos sem ser derrotado pelo Botafogo. Na ocasião, visitante em sua própria casa, o Glorioso venceu por 2 a 0, com gols de Júlio César e Vitinho, sob o comando de Oswaldo de Oliveira.

Diferente do próximo compromisso, o daquela época foi válido pela Taça Guanabara. Mais precisamente, pela semifinal da Taça Guanabara, vencida pelo próprio Botafogo, que viria a ser campeão no Carioca daquele ano, pois também levantou a Taça Rio. Um dos líderes do vencedor elenco de 2013, Bolívar comentou sobre o peso que teve a vitória contra o Fla.

– Sabíamos que seria muito difícil bater o Flamengo aquele dia. Sempre é, mas a nossa equipe estava muito segura em campo. Aquele jogo definiu muito a nossa temporada, pois o Oswaldo ainda estava desenhando a escalação. Vencer ali foi bastante importante – disse Bolívar, em conversa ao LANCE !.

É claro que o embate do próximo dia 3 não decide classificação ou título. No entanto, sobretudo para dar cancha ao início de trabalho de Valentim, é fundamental que o Botafogo repita o time de 2013, bata o Rubro-Negro, que possivelmente terá reservas em campo por conta da estreia na Libertadores (nesta quarta), e siga a boa sequência na Taça Rio.

Além do já citado, é fundamental que o Botafogo “versão 2.0” mostre que a atuação contra o próprio Flamengo no primeiro turno, há cerca de duas semanas, está no passado e que o futuro com Valentim é, de fato, promissor. 

História do clássico de 3/3/2013

É provável que Jefferson, recuperado de lesão, volte a ser relacionado para o jogo deste sábado. Já no de cinco anos atrás, o goleiro foi o destaque em campo, quando freou a reação do Flamengo, brilhou com grandes defesas e ainda puxou o contra-ataque do segundo gol, marcado por Vitinho.

Pode se dizer que aquela vitória do Botafogo foi marcante e implacável do primeiro ao último minuto. A última, cabe destacar, havia sido conquistada em abril de 2010, no 2 a 1 da cavadinha de Loco Abreu que garantiu a Taça Rio e o título estadual no Maracanã.

Um outro fator que colaborou para a relevância do triunfo foi que Zico completara 60 anos de idade naquele dia, por fim bordado de preto e branco.

Fonte: Terra