Bota: apoio nos bons números aumenta confiança na vaga

Compartilhe:

O resultado de 4 a 2 sobre o Atlético-MG, quinta-feira, no Maracanã, dá a oportunidade ao Botafogo de perder por até um gol de diferença no jogo da volta, no Independência, e ainda sim avançar na Copa do Brasil. E os números da equipe no ano aumentam ainda mais a confiança de que a missão poderá ser alcançada.

Nas quatro derrotas que tem no ano, o Bota não perdeu por mais de um gol de diferença.

– Levamos gols no final dos jogos, mas fizemos gols em uns 40 jogos e não perdemos por mais de um gol. Os números estão ao nosso lado, mas não podemos levar só isso em consideração – disse o técnico Oswaldo de Oliveira. 

Durante a campanha vitoriosa da Libertadores, o Galo transformou o Independência em seu caldeirão. Até a frase “Caiu no Horto, tá morto” foi criada. Apesar disso, Oswaldo de Oliveira não se impressiona, mas quer seus jogadores cientes e preparados para superar as adversidades.

– Já jogamos lá duas vezes e sabemos como é. Não tem mais marinheiro de primeira viagem. É duro, a torcida empurra. Se não for árbitro de personalidade, a torcida inverte faltas por causa da pressão. Sabemos que isso vai acontecer e temos que estar preparados.

Na partida de volta, o time não terá o volante Marcelo Mattos, que levou o terceiro amarelo. As principais opções de Oswaldo de Oliveira são Renato e Lucas Zen. Antes disso, neste domingo, o Glorioso volta a jogar pelo Brasileiro, contra o Atlético-PR, em Curitiba. A equipe é líder da competição com 29 pontos.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários