O Botafogo espera uma reunião com a empreiteira OAS para esclarecer a chance de só ter o Engenhão liberado em 2015. De acordo com matéria do jornal O Globo, publicada no último sábado, as obras na cobertura do estádio ficarão prontas apenas no ano que vem, frustrando as expectativas dos botafoguenses. Em entrevista ao LANCE!Net, o diretor-executivo do Glorioso, Sérgio Landau, disse que espera por um posicionamento oficial da empresa para depois se manifestar.

– Queremos um posicionamento oficial. A expectativa era de que o estádio fosse reaberto completamente em novembro de 2015, com liberação parcial para abril. Vamos esclarecer melhor a situação numa reunião com a empreiteira – disse.

No domingo, o presidente Mauricio Assumpção disse ter ficado surpreso com a informação. O mandatário alvinegro esperava pela liberação do estádio ainda para este ano.

– Oficialmente, tínhamos a data de 2014, e isso me causou estranheza e espanto. Atualmente, a situação é a seguinte: a concessão está suspensa, a administração está com Prefeitura e as obras são feitas pela OAS e Odebrecht – disse Assumpção, que, apesar do laudo da construtora, pareceu otimista quanto à possibilidade da reabertura mesmo que parcial:

– Se conseguirmos liberar o anel inferior, teríamos quase 25 mil pessoas. Tenho visto o ritmo das obras, o empenho de todos, e acredito que podemos conseguir reabrir este ano ainda. É o que esperamos. O estádio fechado acarreta muitos transtornos ao Botafogo.

Neste ano, com a Copa do Mundo, o Maracanã, à pedido da Fifa, receberá um número reduzido de jogos por mês: cerca de quatro.

Fonte: Lancenet!