Após triunfar sobre o rival Flamengo no clássico do último domingo, válido pela sétima rodada do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Botafogo se reapresentou, nesta terça-feira. No campo anexo do estádio Nílton Santos, o popular Engenhão, os reservas alvinegros protagonizaram um treinamento tático e físico. Os titulares, neste ínterim, realizaram atividades regenerativas na academia.

A novidade da movimentação botafoguense foi o meia Diego Jardel, que figurou entre os suplentes, após aparecer entre os 11 iniciais na vitória sobre o Rubro-Negro. O articulador, contratado junto ao Avaí, ainda passa por um processo de transição, por causa de uma lesão na coxa esquerda. No compromisso, o atleta foi substituído ainda no primeiro tempo, dando vaga ao atacante Sassá.

No próximo duelo do Fogão, contra o também rival Fluminense, o técnico René Simões promoverá uma mudança na zaga, com Diego Giaretta na vaga de Roger Carvalho – que também acabou trocado no último jogo.

Líder do Campeonato Carioca, com 19 pontos, trilhando um invicto retrospecto de seis empates e uma derrota, o Botafogo mede forças com o Tricolor das Laranjeiras neste domingo, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã.

Herói do triunfo em clássico mostra timidez

Responsável pelo gol que garantiu a vitória botafoguense no clássico contra o Flamengo, o meia Tomas demonstrou timidez na entrevista que concedeu nesta terça-feira. Reservado, o articulador, contratado junto ao Boa Esporte, que quase conseguiu o acesso à elite nacional em 2014, se limitou ao expor a felicidade de ter marcado o gol, em chute à longa distância, beneficiado pela falha do goleiro rubro-negro Paulo Victor.

O ponto alto da entrevista foi a presença de Bill, Rodrigo Pimpão e Thiago Carleto na sala de imprensa. Durante as tímidas respostas do meia, que foi embora de carona com os irreverentes companheiros, o trio não segurou as risadas, mas tratou de aplaudir o herói ao final das poucas e envergonhadas palavras ditas à imprensa.

Fonte: Fox Sports