Enquanto procura por alternativas que o tirem do buraco financeiro, o Botafogo agora olha com mais carinho para as divisões de base. Sem recursos para realizar grandes contratações, o técnico Zé Ricardo recebeu sinal verde para usar o maior número possível de garotos no time principal. E, até certo ponto, a tática tem dado resultado. Na atual temporada, o comandante confia plenamente em quatro jogadores revelados no clube: o lateral-direito Marcinho, o zagueiro Marcelo Benevenuto, o lateral-esquerdo Jonathan e o volante Gustavo Bochecha.

Aos poucos, Zé Ricardo começa a abrir espaço para o apoiador Rickson e o zagueiro Helerson, que, inclusive, está cotado para ser titular no clássico com o Fluminense, domingo, no Maracanã, pela quarta rodada da Taça Rio. Ele substituirá Marcelo Benevenuto, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O atacante Igor Cássio, que fez sua estreia no time profissional na vitória por 2 a 1 sobre o Madureira, na segunda-feira passada, é o próximo da fila a pedir passagem na equipe.

Campeão brasileiro sub-20 em 2016, o volante Gustavo Bochecha celebrou o bom momento e destacou a confiança que recebeu do técnico entre os titulares. Ele foi um dos destaques no triunfo sobre o Madureira. “Fico muito feliz com o meu momento atual no Botafogo, com as chances recentes. Venho trabalhando forte diariamente e espero dar sequência no meu trabalho”, destacou o jogador.

APOIO A KIEZA

Após fazer o gol da vitória do Botafogo sobre o Madureira, o atacante Kieza tirou um peso das costas, já que vinha sendo cobrado pela torcida. Pimpão, companheiro de ataque de Kieza, postou nas redes sociais uma mensagem de apoio. “No jogo em que recebi seu passe para meu gol, apontei e fui até você. Nada mais justo do que poder celebrar seu gol, Kieza, juntos. Poucos sabem o quanto lutamos, nos dedicamos diariamente para obtermos bons resultados”, escreveu Pimpão.

Fonte: O Dia Online