Seedorf tem contrato até junho de 2014 e o Botafogo tem como objetivo mantê-lo no elenco na próxima temporada, quando voltará a disputar a Libertadores após 18 anos. A diretoria já até agendou uma conversa com o holandês para a semana da reapresentação para definir qual será o planejamento sobre o futuro do jogador.

Com a disputa da Copa do Mundo, os campeonatos serão paralisadas e, consequentemente, a final da Libertadores só ocorrerá após a competição, quando Seedorf já estará sem contrato com o Botafogo. Os dirigentes ainda não conversaram sobre a possibilidade de renovar o vínculo do camisa 10 e a tática do ‘jogo a jogo’ será adotada.

Para o Botafogo, Seedorf se reapresentará normalmente com os demais jogadores e disputará as partidas contra o Deportivo Quito. Caso passe para a fase de grupos da Libertadores, o jogador estará a disposição normalmente. Somente se avançar na competição continental é que o caso do holandês será negociado jogo a jogo.

Não é segredo que Seedorf planeja virar treinador após encerrar sua carreira como atleta. Porém, ainda não existe a mesma certeza de quando o holandês dará início à sua nova profissão. A imprensa italiana afirma que o camisa 10 do Botafogo já assinou um pré-contrato com o Milan para assumir o time italiano a partir de julho.

Seedorf, no entanto, ainda não terminou o curso de treinador à distância que faz pela Federação Holandesa. Ele faz uma espécie de estágio treinando o time sub-17 do Boavista. O camisa 10 do Botafogo não gosta de tocar no assunto e impôs mistério aos atletas, que seguem a orientação do comandante e não concedem entrevista.

Além disso, Seedorf estava chateado com parte da torcida do Botafogo, que protestou durante queda de rendimento da equipe no último Campeonato Brasileiro. Ele não gostou do fato de o elenco ser recebido com ovadas no aeroporto do Galeão, após a derrota para o Internacional, no Beira Rio.

Porém, o capítulo parece ter ficado no passado. Na última rodada do Brasileiro, contra o Criciúma, no Maracanã, a torcida fez linda festa durante a vitória por 3 a 0, que garantiu a equipe na Libertadores. Após o jogo, Seedorf e torcedores selaram as pazes durante a comemoração.

Fonte: UOL