A pandemia do coronavírus paralisou o futebol mundial e os clubes brasileiros também interromperam as suas atividades. No Botafogo, o técnico Paulo Autuori tem aproveitado o recesso para ver vídeos e analisar os números dos jogadores. Uma das principais apostas do treinador para que o time possa progredir é que o quarteto ofensivo consiga render bem. Keisuke Honda, Bruno Nazário, Luis Henrique e Pedro Raul devem compor uma linha de frente de respeito.

Keisuke Honda atuou apenas no empate por 1 a 1 com o Bangu, mas se destacou, anotando inclusive o gol dos alvinegros em cobrança de pênalti. Pedro Raul, sempre que esteve em campo, se mostrou um artilheiro perigoso para os adversários, sem desistir da jogada. Com ele em campo normalmente o Glorioso dificulta a saída de bola dos adversários, auxiliando inclusive o trabalho dos marcadores. O reserva, Rafael Navarro, não consegue manter um bom nível.

Bruno Nazário tem sido o jogador mais regular ao longo dos primeiros meses. Tem feito gols importantes, como no empate por 1 a 1 com o Náutico, que rendeu a vaga na terceira fase da Copa do Brasil. Além disso, tem uma movimentação que agrada Autuori. Por falar em movimentação, Luis Henrique é outro que enche os olhos do comandante, porém, vem sendo orientado a ser mais ousado, porém, sem parecer individualista.

“Todos tendem a evoluir ao longo da temporada, pois o Botafogo conta com jogadores de muita qualidade. O Honda com certeza vai ajudar muito nesta evolução”, analisou Autuori antes do recesso.

O elenco do Botafogo está trabalhando em casa, sob orientação dos preparadores físicos do clube, para evitar que exista risco de contaminação pelo Coronavírus. Não há previsão de retorno aos trabalhos.

Fonte: Gazeta Esportiva