O Botafogo segue firme no Campeonato Carioca e tem mais um desafio neste domingo, às 18h30, no Engenhão. Para comprovar firmeza na competição – o único sobressalto aconteceu no clássico com o Fluminense, em derrota por 3 a 1 –, o Alvinegro aposta na parceria entre Jóbson e Bill. A dupla voltará a se encontrar para evitar qualquer surpresa em duelo contra o Resende.

Bill estava suspenso na última rodada do Estadual e não pôde participar da vitória sobre o Tigres, em que Jóbson marcou um gol. O camisa 9 volta ao comando de ataque e retoma busca pela artilharia do Carioca. Jóbson é um dos rivais e está a sua frente – cinco contra quatro gols anotados. Marcelo Cirino e Fred, com seis, estão na liderança.

O jogador se livrou de punição do TJD-RJ por causa de confusão em clássico contra o Flamengo e está garantido no time titular. O plano do técnico Renê Simões é dar cada vez mais força ao setor ofensivo do Botafogo, que tem o melhor aproveitamento no Estadual até aqui.

São 20 gols marcados na competição. O desempenho arranca elogios do treinador, que também lembra a presença ofensiva de seus jogadores de marcação.

“A torcida do Botafogo tem uma das melhores médias de público, está se acostumando com gols e pedindo mais um sempre. Os três pontos garantem o meu emprego, mas eu gosto do futebol e o gol é muito importante. Um ponto interessante da nossa equipe é que todos os jogadores de defesa já marcaram no campeonato, o que comprova o interesse da equipe pelo gol”, lembrou Renê.

Jóbson e Bill não treinaram nos últimos dias, mas por precaução devido a dores musculares. O Botafogo também pode ter o retorno de Marcelo Mattos. O volante também estava suspenso, mas foi baixa nos últimos treinos. Se ele não tiver condições de jogo, o jovem Dierson vai a campo.

Pressionado e com apenas uma vitória no Carioca, o Resende tentará surpreender. O experiente técnico Paulo Campos aponta a derrota na última rodada, em jogo com o Vasco, como um exemplo para a equipe.

“Fizemos uma boa partida contra o Vasco e jogamos de igual para igual em vários momentos. Tivemos chances de marcar, mas não conseguimos e acabamos pagando por isso. Já observei o time do Botafogo, e a campanha que eles fazem não é por acaso. Gostei da postura que tivemos contra o Vasco, e se tivermos a mesma pegada contra o Botafogo, teremos boas chances de vencer no domingo. Precisamos é colocar a bola para dentro”, disse o treinador, ao site da Ferj.

BOTAFOGO X RESENDE

Data/hora: 15/03/2015, às 18h30 (de Brasília)
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rafael Martins de Sá
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Jackson Massarra Santos

BOTAFOGO
Jefferson; Gilberto, Diego Giaretta, Renan Fonseca e Carleto; Marcelo Mattos (Dierson), Willian Arão, Tomas, Diego Jardel; Jóbson e Bill
Técnico: Renê Simões

RESENDE
Arthur; Gabriel, Admilton, Rogério e Kim; Capone, Iuri, Caleb e Gustavo; Geovane Maranhão e Leandrinho (Jhulliam)
Técnico: Paulo Campos

Fonte: UOL