Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

VERGONHA! BOTAFOGO LEVA VIRADA DO ATLÉTICO-GO EM CASA E SEGUE NA LANTERNA

225 comentários

Compartilhe

Matheus Babi - Botafogo x Atlético-GO
Thiago Ribeiro/AGIF/Campeonato Brasileiro

Além de ser rebaixado, esse Botafogo caminha a passos largos para se transformar na maior vergonha da história do clube. A impressão que passa é que qualquer um virá ao Estádio Nilton Santos e vai vencer. Nesta quarta, foi a vez do possante Atlético-GO, que triunfou por 3 a 1, de virada. O Glorioso segue na lanterna do Brasileirão, esperando apenas a matemática decretar a queda para a Série B.

Com três centroavantes em campo, o Botafogo mostrou mais uma vez a falta de criatividade e qualidade que levou a equipe à lanterna do Campeonato Brasileiro. Mesmo atuando em casa, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Barroca quase nada produziu, muito também pela incapacidade técnica de seus jogadores.

O Atlético-GO, que também não tem muitas virtudes, foi quem assustou primeiro. Aos 24 minutos, Janderson foi lançado da direita, Marlon Freitas chutou e Wellington Rato desviou no meio do caminho com perigo. O Botafogo só conseguiu uma finalização perigosa aos 36: Marcelo Benevenuto cabeceou e Jean salvou com uma excelente defesa.

No segundo tempo, o Atlético-GO começou pressionando, em finalizações de Pereira e Janderson. Porém, o Botafogo respondeu aos oito, com Matheus Babi parando numa defesa espetacular de Jean. Aos 17, enfim o Glorioso conseguiu marcar. Após veloz contra-ataque, Pedro Raul chutou, Jean defendeu e, no rebote, Matheus Babi fez 1 a 0.

Mas a alegria alvinegra durou pouco. Para fazer um gol é um parto, mas para sofrer é muito fácil. Três minutos depois, Danilo Gomes aproveitou a sobra de uma bola mal afastada por Marcelo Benevenuto e finalizou com força, sem chances de defesa para Diego: 1 a 1. Não demorou muito e veio a virada: Zé Roberto conferiu cruzamento e fez 2 a 1 para o Dragão, aos 33.

A virada do Atlético minou ainda mais os ânimos do Botafogo, que chegou ainda a ter uma chance com Kalou, de cabeça, que Jean defendeu. Nos acréscimos, Vitor Leque ainda fechou a conta em 3 a 1, e o jogo terminou em clima de funeral para o Glorioso – mais uma vez.

Próximos jogos

O Botafogo segue no Rio de Janeiro e volta a campo no domingo para fazer o clássico contra o Fluminense, às 20h30, em São Januário – o Maracanã está cedido à Conmebol para a final da Libertadores. Depois, terá pela frente o duelo contra o Palmeiras, dia 2 de fevereiro, no Allianz Parque.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 3 ATLÉTICO-GO

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 20/01/2021 – 17h
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Éder Alexandre (SC)
VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Renda e público: Portões fechados
Cartões amarelos: Caio Alexandre e Barrandeguy (BOT); Danilo Gomes, Pereira e Oliveira (ACG)
Cartões vermelhos:
Gols: Matheus Babi 17’/2ºT (1-0), Danilo Gomes 20’/2ºT (1-1), Zé Roberto 33’/2ºT (1-2) e Vitor Leque 46’/2ºT (1-3)

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Kelvin (Barrandeguy 37’/2ºT), Kanu, Marcelo Benevenuto e Victor Luis; José Welison, Caio Alexandre e Bruno Nazário (Ênio 37’/2ºT); Matheus Nascimento (Angulo 13’/2ºT), Matheus Babi e Pedro Raul (Kalou 37’/2ºT) – Técnico: Eduardo Barroca.

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu, João Victor, Eder e Natanael; Pereira (Arnaldo 42’/2ºT), Marlon Freitas, Wellington Rato (Vitor Leque 31’/2ºT) e Danilo Gomes (Gilvan 36’/2ºT); Janderson e Zé Roberto (Oliveira 42’/2ºT) – Técnico: Marcelo Cabo.

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários