O Botafogo pretende dar rodagem aos garotos que não terão oportunidade com Zé Ricardo no restante da temporada. Como o treinador tem Diego Souza, Erik, Igor Cássio, Luiz Fernando e Kieza à disposição no elenco, Lucas Campos será emprestado. O atacante passará por um período de testes no Paraná. O atleta só ficará em definitivo após ser avaliado pela equipe tricolor.

O jogador de 21 anos é uma das apostas do clube. Chegou a treinar entre os profissionais em 2018. Mas neste ano foi emprestado ao Nova Iguaçu para disputar à primeira fase do Campeonato Carioca. Pelo time da Baixada Fluminense, ele fez um gol em 10 jogos. Logo depois, foi cedido por empréstimo ao Atlético Tubarão e entrou em campo em apenas duas oportunidades. Todas pelo Campeonato Catarinense.

Lucas Campos tem contrato com o Botafogo até dezembro deste ano. Caso o atacante seja contratado pelo Paraná, a diretoria alvinegra estuda a possibilidade de estender o vínculo do atleta até 2020.

Revelado pelo Nova Iguaçu, Lucas Campos foi contratado para atuar na base do Botafogo em 2015. Nesse ínterim, foi destaque do time na conquista do Campeonato Brasileiro Sub-20 de 2016 e integrou o elenco alvinegro que venceu o Campeonato Carioca de 2018.

A diretoria do Botafogo está trabalhando na montagem do elenco para o Campeonato Brasileiro. Mas enquanto a competição não começa, os dirigentes tentam achar clubes para colocar as crias da base na vitrine do futebol. A ideia é evitar que eles fiquem sem jogar por muito tempo e que ganhem experiência para ajudar o Botafogo no próximo ano.

O Botafogo conta com a volta do atacante Renan Gorne, que estava no Volta Redonda, e tem passagem por Paysandu e North Caroline FC-EUA. Com o fim da participação do Voltaço no Estadual, o jogador retorna ao clube e espera por contatos de novos times. Por lá, Gorne realizou apenas duas partidas.

O meia Caio Alexandre, de 20 anos, tem sondagens de clubes que irão disputar à Série B do Brasileirão. A saída do jogador, que esteve no radar de Corinthians e São Paulo, é vista com bons olhos por todos no clube. Afinal de contas, Caio é considerado um jogador com bom potencial de mercado.

Mas, a diretoria alvinegra avalia a melhor modalidade de negócio para o atleta. Internamente, os dirigentes trabalham para emplacar Caio Alexandre no exterior. Recentemente, o meia foi sondado pelo Estoril, de Portugal, mas a negociação acabou esfriando.

O atacante Rhuan, que foi um dos destaques do Botafogo na Copa São Paulo de Futebol Júnior, foi oferecido por seus representantes para Náutico e Paysandu. A diretoria alvinegra, no entanto, optou em manter o jogador treinando com o time Sub-20 enquanto não aparece uma oferta melhor pelo atleta.

Fonte: Esporte 24 Horas