Com apoio da Centrum, Botafogo recebe infectologista para adequar Estádio Nilton Santos à volta do público

8 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Sérgio Cimerman, médico infectologista, visita o Estádio Nilton Santos, do Botafogo
Reprodução/Botafogo TV

Um dos clubes mais engajados na prevenção contra a Covid-19, o Botafogo recebeu nesta semana o médico infectologista Sérgio Cimerman para uma visita técnica no Estádio Nilton Santos. Cimerman é um dos consultores do Botafogo Seguro, projeto em parceria com a Centrum para a conscientização da importância dos protocolos de segurança em meio à pandemia.

A intenção da visita foi sugerir medidas de adequação aos protocolos sanitários para quando for permitida a presença de público nos estádios – algo que ainda parece um pouco distante, dado o novo crescimento de casos e óbitos provocados pela doença nas últimas semanas em todo o país.

Com cuidado, Cimerman visitou todas as áreas do Estádio Nilton Santos, como vestiários, arquibancadas, salas de imprensa e catracas de acesso. O infectologista, membro do Corpo Clínico do Hospital Albert Einsten e médico do Instituto Emílio Ribas, acredita que serão necessárias poucas adaptações na casa do Botafogo.

– A impressão que eu tive foi das melhores. Vimos um zelo do pessoal do Botafogo para se adequar aos protocolos de segurança, para o torcedor e para quem vier trabalhar no jogo. Pouquíssimos apontamentos fizemos para melhorar, estamos aqui para melhorar o que já tem no estádio do Botafogo – explicou Cimerman à Botafogo TV.

Sérgio Cimerman apontou que toda a rotina do torcedor e dos funcionários foi estudada, desde o acesso ao Estádio Nilton Santos até como irão se sentar nas cadeiras, como será a saída dos torcedores, a presença dos jornalistas e a de seguranças, por exemplo. E prometeu que o torcedor alvinegro se sentirá muito seguro quando a presença de público for permitida pelas autoridades.

Tenho certeza de que será um projeto-piloto que será desenvolvido em todos os outros clubes do futebol. Vamos colocar totens autoexplicativos, marcas no solo, nas cadeiras, demarcar banheiro, colocar mais dispensers de álcool em gel e de sabão para ter uma segurança eficaz. Tenho certeza de que quando houver a liberação pelos órgãos regulamentadores, vamos ter toda a tranquilidade para o retorno do torcedor – frisou.

Vejo vídeo na Botafogo TV:

Fonte: Redação FogãoNET e Botafogo TV

Notícias relacionadas