O Botafogo enfim venceu duas partidas consecutivas no Campeonato Brasileiro e os 3 a 0 sobre o Sport fez o time abrir vantagem em relação à zona de rebaixamento da tabela. Porém, o clima de euforia tomou conta dos torcedores, o que não chega a ser compartilhado pelo técnico Jair Ventura e seus jogadores, que preferem manter os pés no chão para não voltarem a ter dificuldades na competição.

“Nós não vamos nos iludir por conta de um ou dois resultados positivos, pois sabemos que, no futebol, as coisas podem mudar de uma hora para a outra. O importante dos resultados não é nos trazer euforia, mas sim confiança de que o nosso trabalho está sendo realizado da melhor maneira possível. Porém, ainda é necessário buscar evolução. O Botafogo tem uma longa caminhada pela frente e eu, como treinador, tenho que ser chato e mostrar isso aos atletas”, declarou Jair.

O volante Aírton concorda com seu comandante. “O Botafogo conseguiu dois importantes resultados, contra o São Paulo e o Sport, isso mostrou que podemos subir na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Para falar a verdade, a gente nunca aceitou muito bem estar na zona de rebaixamento, pois entendemos que temos um grupo de qualidade, superior à posição que estávamos ocupando na tabela de classificação”, refletiu o jogador.

“Não existe nenhum tipo de euforia por termos ganhado dois jogos consecutivos, até porque a posição ainda não é a desejada. Se tropeçarmos de novo, voltamos a ficar em risco dentro da competição, então, o pensamento está em ganhar o próximo confronto”, acrescentou.

Na visão do goleiro Sidão, o Botafogo deve esquecer as vitórias que passaram e mirar o futuro. “Nós estamos sempre olhando para frente. Foi assim quando os resultados não estavam aparecendo e vai continuar sendo assim com dois bons resultados. Não vamos nos iludir com nada, pois ainda não atingimos os nossos objetivos’, analisou o goleiro.

Fonte: Gazeta Esportiva