Botafogo, Cruzeiro ou Inter? Bruno Silva vê futuro aberto em momento decisivo

Compartilhe:

Eleito o melhor segundo volante do Campeonato Brasileiro, Bruno Silva vive momentos decisivos na vida profissional. Após se destacar no Botafogo, com quem tem contrato por mais uma temporada, o camisa 8 ainda não sabe qual clube defenderá a partir de 2018. O próprio Alvinegro está entre as possibilidades, mas a diretoria precisa lidar com o interesse de Cruzeiro e Internacional, que estão decididos a tirar o jogador do Rio de Janeiro.

Apesar da polêmica criada com torcedores, Bruno Silva ainda é considerado peça-chave para o Botafogo. O Alvinegro, ao mesmo tempo, entende que não vale manter o jogador a qualquer custo. O volante tem propostas mais vantajosas que a dos cariocas e tem o desejo de sair.

O Botafogo até aceita negociar, mas desde que tenha uma proposta condizente com a situação. Bruno Silva tem contrato até o fim de 2018 e multa rescisória de R$ 20 milhões. Como o Alvinegro tem 40% dos direitos econômicos, tem direito a R$ 8 milhões. Os cariocas querem dinheiro, mas podem aceitar uma composição envolvendo também alguns jogadores. Mas nada de refugos.

O Cruzeiro parece na frente por já ter um acordo com o jogador firmado na reta final do Brasileiro. Bruno Silva ficaria por três anos em Belo Horizonte, algo que agradou em cheio por conta da idade avançada – 31 anos. O Botafogo estava bastante chateado com os mineiros, mas resolveu a questão em reunião com o vice de futebol Itair Machado.

Para fechar a negociação, o Cruzeiro tenta um parceiro para pagar a multa que prende Bruno Silva no Botafogo. Ao mesmo tempo, os mineiros oferecem jogadores que possam ser utilizados no Rio de Janeiro: Elber, Rafael Marques e Fabricio Bruno são atletas que não estão nos planos e podem ser envolvidos em uma negociação.

O Alvinegro, porém, não se empolgou com os nomes. Quer nomes de peso e pediu, por exemplo, Arrascaeta e Robinho. O Cruzeiro não gostou do que ouviu e disse que os dois não estão na mesa de negócio. O Botafogo, no entanto, passou a mensagem. Se não melhorar a oferta…

O Internacional deixou a reunião com Botafogo ciente que ainda está na negociação por Bruno Silva. Nem otimista, nem pessimista. Desde o começo das tratativas, o clube gaúcho diz que o jogador já tinha um encaminhamento com o Cruzeiro, mas que também estava interessado no acordo. E tal discurso não mudou após o encontro no Rio de Janeiro.

Após apresentar o que pretende, o Colorado, que encara redução de gastos e um processo de reconstrução depois de disputar a Série B neste ano, adiantou a possibilidade de fazer uma nova oferta. Além disso, elencou jogadores que podem ser incluídos na negociação.

A relação de possibilidades contempla uma série de nomes que não serão aproveitados no próximo ano. Entre eles, Seijas, Anderson, Anselmo e Fernando Bob. Internamente, o Inter se vê, porém, atrás do patamar financeiro do Cruzeiro. Tem por regra não levar a cifra do acordo além de R$ 5 milhões sob hipótese alguma.

Nenhum dos nomes apresentados pelo Inter ao Botafogo agradou. Assim como fez com o Cruzeiro, o Alvinegro pediu nomes de peso para uma possível troca. Willian Potker foi o escolhido, mas dificilmente será aceito pelo Colorado.

O Botafogo, portanto, tem em mãos lista de jogadores de ambos clubes que podem ser envolvidos em negociação – a expectativa é que o Inter acrescente alguns jogadores ainda nesta quarta-feira. O Alvinegro, então, precisa definir se vai aceitar alguma proposta ou se manterá Bruno Silva.

Só há uma certeza em General Severiano: a diretoria sabe o valor de Bruno Silva e não liberará o jogador por qualquer oferta. Ou Cruzeiro e Inter melhoram as ofertas ou o volante poderá ficar no Rio de Janeiro.



Fonte: UOL
Comentários