O Botafogo anunciou no início da tarde desta quinta-feira a Telexfree como a sua nova patrocinadora. A divulgação, no entanto, causou polêmica. Há alguns meses, a empresa, que pretende vender VOIP no Brasil, foi denunciada pelo Ministério Público do Acre por suspeita de atuar sob esquema de pirâmide financeira e teve suas operações bloqueadas pela Justiça do estado em julho deste ano. A questão não preocupa a diretoria, no entanto.

Em entrevista para o ESPN.com.br, o diretor executivo do Botafogo, Sérgio Landau, disse que o acordo é muito bom para o time e que tem certeza de que a empresa vai se resolver. 

“Nós acompanhamos tudo desde o início. Fomos atrás de todas as atualizações do Ministério Público sobre o assunto e avaliamos que isso não seria um problema. Temos certeza de que eles vão se resolver na Justiça e não haverá mais nenhuma questão”, afirmou o dirigente. 

“O projeto que temos com eles é muito maior do que isso. Eles estão com várias ideias de levar a nossa marca para lá e é isso que queremos. Vamos sentar e definir o que vamos fazer, não posso te adiantar nada. Vai ser importante para a marca do Botafogo. Acho que essa parceria não prejudica em nada a nossa imagem. É um problema deles, que eles precisam resolver e vão fazer isso”, defendeu.

A parceira vai estampar seu nome no espaço do ombro e na barra dos uniformes do clube carioca, já partir do início do estadual, mesmo com os problemas que tem enfrentado. O contrato foi assinado nos EUA, em Miami, e o dinheiro também foi pago lá.

A Telexfree ainda foi multada no fim de dezembro em R$ 11 mil por ter entrado com recurso para atrasar o andamento do processo que bloqueou as atividades da empresa e do que pede a extinção do negócio.

Fonte: ESPN.com.br