A derrota de 1 a 0 para o Vasco acabou com a invencibilidade do Botafogo na temporada, mas não tirou o Glorioso da zona de classificação para as semifinais da Taça Guanabara, segunda etapa do Campeonato Carioca. Na quarta colocação, com quatro pontos, o time, porém, passa a ter a obrigação de derrotar o Volta Redonda em confronto programado para esta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), em São Januário, e se manter vivo na disputa pela vaga na reta final do torneio.

“Trata-se de um jogo que cresceu ainda mais em importância pela boa campanha do Volta Redonda. O adversário está brigando diretamente conosco pela classificação e não podemos pensar na possibilidade de um tropeço”, analisou o zagueiro argentino Joel Carli.

O volante Bruno Silva lembrou que o Volta Redonda está à frente do Botafogo na classificação e a campanha surpreendente do time do interior do Rio de Janeiro deixa o alerta ligado, já que será um confronto direto por uma das vagas para a próxima fase do Campeonato Carioca.

“O Volta Redonda ganhou seus últimos jogos e se colocou dentro da zona de classificação com merecimento. É um adversário que está brigando pela classificação para as semifinais e pode acabar complicando a nossa vida em caso de um tropeço. Portanto, para nós essa partida realmente pode ser considerada estratégica, ainda mais porque perdemos para o Vasco e agora precisamos reagir logo”, disse o volante.

O atacante Ribamar lembrou ainda que o Volta Redonda está embalado pelo triunfo de 1 a 0 sobre o Flamengo, conquistado no sábado passado, e pode voltar a causa problemas para os grandes clubes do Rio caso os jogadores não tratem o confronto com a importância que merece.

“Vamos enfrentar um adversário que já venceu um time considerado grande e que por isso mesmo já atingiu uma pontuação boa para brigar pela classificação. Nós entendemos que essa partida tem uma grande importância justamente pelo fato de o Volta Redonda ter se colocado como concorrente direto na luta pela classificação. Se ganharmos vamos deixá-los para trás e chegarmos a uma pontuação mais segura”, disse ele.

Como a segunda-feira foi de trabalho regenerativo, o time do Botafogo para o duelo contra o Volta Redonda só vai ser definido nesta terça-feira, em atividade prevista para a parte da tarde. O lateral-direito Luis Ricardo continua de fora por conta de lesão na coxa direita e por isso Diego será mantido no setor. Com dores na mesma região, o zagueiro Emerson Santos passará por uma reavaliação e, em caso de veto, vai abrir espaço para Renan Fonseca. Desfalque certo é o volante Aírton, que foi advertido com o terceiro cartão amarelo no clássico e vai ter que cumprir suspensão. Diérson e Fernandes surgem como as principais opções para substituir o titular. O time também continua sem o meia reserva Damián Lizio, que está defendendo a seleção boliviana nas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo.

Fonte: Yahoo! Esportes