Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo deve liberar R$ 2,5 milhões em salários com saída de jogadores

62 comentários

Compartilhe

Durcesio Mello, Eduardo Freeland e Vinicius Assumpção - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro, o Botafogo vem tentando reformular seu elenco para se adequar à nova realidade financeira – causada pela drástica redução de recursos financeiros.

A gestão do presidente Durcesio Mello, empossado oficialmente na virada do ano, busca cortar gastos com altos salários. O diretor executivo Eduardo Freeland vem montando um novo grupo enquanto o Alvinegro tenta se desfazer dos atletas que não fazem mais parte dos planos.

Desde o final do último Brasileirão, o Botafogo já abriu cerca de R$ 1,5 milhão com as saídas de Saulo, Pedro Raul, Honda, Helerson, Rentería, Lucas Campos, Kelvin, Éber Bessa, Victor Luis, Cícero, Bruno Nazário, Ivan Angulo, Caio Alexandre, Rafael Forster e a comissão técnica do treinador Eduardo Barroca.

Outros nomes ainda estão em processo de negociação para deixar o clube – seja por rescisão, venda ou empréstimo. São eles: Kevin, Gustavo Cascardo, Barrandeguy, Diego Cavalieri, Kalou, Lecaros, Rhuan e Davi Araújo.

Caso o Alvinegro consiga se desfazer também destes nomes, a economia pode alcançar algo em torno de R$ 2,5 milhões. As informações de valores são do repórter Wellington Arruda em seu canal no YouTube e confirmados junto a fontes ligadas ao clube – Assista ao vídeo abaixo:

Até agora, o Botafogo já anunciou nove reforços – todos com vencimentos dentro de um novo teto salarial, imposto pelos dirigentes, de no máximo R$ 100 mil por mês. Chegaram Joel Carli, Ronald, Pedro Castro, Douglas Borges, Jonathan, Gilvan, Marcinho, Matheus Frizzo e Felipe Ferreira.

No final de janeiro, a diretoria afirmou que o planejamento passava por montar um elenco com folha salarial abaixo de R$ 2,5 milhões. Além das saídas, o clube ainda planeja a chegada de pelo menos mais três peças: dois laterais e um camisa 10.

Fonte: Plantão Enfoco

Comentários