Movidos pela idolatria, Botafogo e Fluminense fizeram grandes investimentos para manter seus goleiros Jefferson e Diego Cavalieri para 2015. Apesar do forte assédio sobre a dupla, os clubes conseguiram a renovação para alívio dos torcedores alvinegros e tricolores. E o novo contrato fez com que os jogadores ficassem ainda mais marcados na história dos clubes, já que deverão se aposentar em General Severiano e nas Laranjeiras, respectivamente.

O vínculo de Cavalieri vai até o fim de 2018, quando ele estará a alguns dias de completar 36 anos, enquanto o de Jefferson vai até o final de 2017. Os dois não escondem a vontade de encerrar a carreira nos clubes nos quais tiveram seus melhores momentos. O botafoguense, por exemplo, fala abertamente sobre o assunto.

“Sempre demonstrei meu interesse e vontade de dar continuidade no Botafogo. Quero encerrar minha carreira aqui. Tenho muito identificação com clube e torcedores. Serve de exemplo para os outros jogadores”, disse Jefferson ao UOL Esporte.

E a renovação de Jefferson foi uma verdadeira prova de amor. O titular da seleção brasileira tinha ofertas e sondagens de times brasileiros e do exterior, mas aceitou a proposta para ampliar o vínculo com o Botafogo até o fim de 2017. E isso com o Alvinegro na Série B, após o rebaixamento de 2014.

Diego Cavalieri, por sua vez, também não fica tão atrás. Após o rompimento da parceria entre o clube e a Unimed, no fim do ano passado, o camisa 12 não ficou com pé atrás sobre o futuro do Fluminense e assinou o novo contrato por mais quatro temporadas.

“O Cavalieri buscou seu espaço no Fluminense. Um cara que admiro muito. Parece um pouco com o que penso de goleio. Frieza, tranquilidade. E a postura que ele tem. Foi uma decisão sabia de permanecer. Já fez história e vai fazer mais ainda. Serve de inspiração para os demais goleiros”, afirmou Jefferson, rival de Cavalieri neste domingo.

Botafogo e Fluminense se enfrentam neste domingo, às 18h30, no Maracanã. O Alvinegro é o líder do Campeonato Carioca, com 19 pontos, enquanto o Tricolor ocupa a terceira colocação, com 15, e pressionado pelo Flamengo, com 14, em 5º. Os quatro primeiros colocados avançam para as semifinais do Estadual.

Fonte: UOL