Botafogo e Vasco adotam medidas opostas com treinadores durante crise

Compartilhe:

Botafogo e Vasco se enfrentam neste domingo no Maracanã. E as diferenças entre as equipes não se restringem apenas aos seus objetivos no Brasileiro. Os clubes utilizaram também medidas opostas com os seus treinadores para administrar as crises. Enquanto Oswaldo de Oliveira seguiu com prestígio inabalado em 2012, durante o seu pior momento em General Severiano, Dorival Júnior está na corda bamba há algumas rodadas pelos lados de São Januário.

Após ganhar a briga interna com Loco Abreu, que culminou na saída do uruguaio do Botafogo, Oswaldo de Oliveira viu parte da torcida protestar pelo empréstimo do seu ídolo ao Figueirense. Vaiado insistentemente durante vários jogos, o treinador não balançou no cargo em nenhum momento, recebendo total apoio da diretoria do Alvinegro.

E a escolha dos cartolas se mostrou acertada. Após um 2012 repleto de turbulências, Oswaldo de Oliveira conseguiu se firmar no Botafogo na atual temporada. Ele levou o Alvinegro ao título do Campeonato Carioca e mantém o time vivo no Brasileiro e Copa do Brasil – está no G-4 desde o início da competição e nas quartas de final contra o Flamengo, respectivamente.

Situação completamente diferente da vivida por Dorival Júnior no Vasco. O treinador assumiu a equipe após a saída de Paulo Autuori, mas até o momento não conseguiu colher bons resultados. Pelo contrário. O Cruzmaltino segue entre os últimos colocados e vive de perto a possibilidade de retornar à segunda divisão em 2014.

Nesse cenário, a diretoria deixa o futuro de Dorival Júnior aberto durante grave crise dentro dos gramados. Na última sexta-feira, por exemplo, o treinador participou ao lado do diretor técnico Ricardo Gomes de uma reunião com integrantes de uma organizada do Vasco, em São Januário.

Em caso parecido, durante as cinco derrotas consecutivas no Brasileiro, o Botafogo novamente teve conduta diferente ao Vasco. Torcedores de outra organizada do Botafogo compareceram  ao Engenhão e pediram para conversar com jogadores e comissão técnica, o que foi totalmente descartado pela diretoria do Alvinegro.

Botafogo e Vasco se enfrentam neste domingo às 18h30, no Maracanã. O time de General Severiano ocupa a quarta colocação, com 49 pontos, e vê os rivais na briga pelo G-4 se aproximarem perigosamente após derrota para o Vitória. Já o Cruzmaltino está com 32, na 18ª posição, a dois do Coritiba, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Fonte: UOL

Comentários