Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo escolheu Ramón Díaz pensando no próximo ano, admite Túlio: ‘Minha visão não é essa’

19 comentários

Compartilhe

Túlio Lustosa e Ramón Diaz no Botafogo em 2020
Gabriel Baron/Botafogo

Gerente de futebol do Botafogo, Túlio Lustosa admitiu que a escolha do clube por Ramón Díaz para treinador foi com uma visão a longo prazo, projetando o próximo ano. O técnico argentino, porém, nem chegou a comandar o Alvinegro, devido a um problema de saúde.

No programa “Os Donos da Bola”, da “Band”, Túlio admitiu que teve visão diferente na contratação de Ramón Díaz e explicou a opção por Eduardo Barroca, ao falar da troca de técnicos do Botafogo.

Bruno Lazaroni não tem estilo completamente diferente do Autuori, até porque era auxiliar da casa. Quanto ao Ramón Díaz e sua comissão técnica, sim, mudou completamente, foi uma escolha decidida pensando no início de uma próxima temporada. Minha visão não é essa, acho que tem mudar estilo quando se inicia temporada. É a minha opinião. Barroca veio por já conhecer o grupo de jogadores, o clube e não precisar passar por adaptação. O momento é emergencial, não pode pensar em contratar treinador que não sabe o que vai encontrar, porque não vai ter tempo. Barroca já conhecia todos os profissionais que estão aqui, sabe que pode acreditar neles, e conhece a maioria das atletas. Esse foi o motivo da escolha dele. A sugestão foi minha – afirmou Túlio Lustosa.

O gerente de futebol do Botafogo se preocupa em como fazer o time se livrar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro e minimiza as cobranças externas por os jogadores estarem com salários em dia.

– Não faço correlação de salário atrasado ou em dia com desempenho em campo. É obrigação do clube, o Botafogo tem cumprido ultimamente. Não foi assim em toda a temporada e os atletas não colocaram como desculpa. É muito injustiça cobrar de forma diferente só porque o salário está em dia, o que é obrigação do clube. O comportamento que tiveram contra o São Paulo não vai ser admitido novamente. Vamos cobrar atitude, compromisso e respeito à camisa. O parâmetro é esse jogo com o Internacional, apesar da derrota, a dedicação foi incrível. Se tivermos esse nível de atuação daqui para a frente certamente vamos sair dessa situação – completou.

Veja o vídeo da entrevista abaixo:

Fonte: Redação FogãoNET e Os Donos da Bola - Band

Comentários