Sem poder atuar no Maracanã, devido à penhora da bilheteria no estádio pela justiça, o Botafogo levará a partida contra o Atlético-PR para o Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. As receitas do time de General Severiano no Maracanã estão bloqueadas por uma ação movida pelos advogados do técnico Joel Santana que dirigiu a equipe alvinegra em 2010.

Precisando vencer, o goleiro Jefferson pediu o apoio da torcida para lotar e transformar o estádio em um verdadeiro alçapão. Antes de viajar de volta ao Rio, após a partida contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte, que terminou com mais uma derrota para o time carioca, o goleiro disse que o momento não é adequado para se discutir à questão financeira do clube.

Os jogos em Volta Redonda têm sido importantes, já que o time está invicto no Campeonato Brasileiro, no Raulino de Oliveira. Jéfferson acredita que a torcida pode fazer muita diferença e empurrar o time para um resultado expressivo que ajude na luta da equipe contra o rebaixamento.

“Esse é o tipo de jogo em que só um resultado é admitido: a vitória. O Botafogo não tem outra alternativa no momento”, afirmou o goleiro da seleção brasileira.

Os jogadores se reapresentam nesta terça-feira, no Engenhão, e o técnico Vagner Mancini espera ter uma boa notícia sobre a recuperação do zagueiro André Bahia, cuja ausência está forçando o treinador a improvisar no setor, como tem acontecido nas últimas partidas. Jobson deve entrar no lugar de Rogério que recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Cruzeiro e desfalcará a equipe.

Fonte: Gazeta Esportiva