Botafogo inicia dia de treino integral com PM no Engenhão e cobrança interna

Compartilhe:

O Botafogo tem dia de intensos treinamentos, em tempo integral. Com a crise em torno do clube, a diretoria contou com a ajuda de uma viatura da Polícia Militar para coibir qualquer tentativa de protesto durante a manhã desta quarta-feira. No período da tarde, os jogadores voltam a trabalhar com o técnico Vagner Mancini.

Os maus resultados no Campeonato Brasileiro – o Botafogo soma apenas 12 pontos após 12 rodadas disputadas– gera cobrança interna. Os próprios jogadores ressaltam a necessidade de uma melhora para colocar a equipe acima da 13ª colocação atual.

A manhã de trabalhos no Engenhão foi direcionada ao acerto físico dos atletas. Enquanto o trabalho acontecia dentro do Engenhão, uma viatura estava estaciona em um dos acessos do estádio para evitar qualquer tipo de manifestação mais violenta.

Não houve problemas nesta manhã. Em crise financeira e com salários atrasados, o Botafogo tenta se concentrar apenas nos desafios dentro de campo para amenizar o mau momento.

Junior Cesar destaca que o Alvinegro precisa conseguir regularidade no Brasileiro para afastar a pressão dos times que integram a zona de rebaixamento.

“Precisamos que os resultados voltem a acontecer, não uma vez, mas com frequência. Temos a oportunidade de enfrentar o líder e fazer o melhor. Precisamos dar mais um pouquinho. Independentemente do que vem acontecendo, estamos vestindo a camisa de um grande clube e precisamos representá-lo da melhor maneira possível”, disse o lateral Junior Cesar.

O Botafogo enfrenta o líder Cruzeiro no próximo sábado, às 18h30. O confronto está marcado para o Maracanã.



Fonte: UOL
Comentários