Com a utilização do Engenhão para treinamentos, o campo de General Severiano a cada dia perde a utilidade para o futebol profissional do Botafogo. A partir dessa premissa, o clube decidiu inovar e fazer uma reforma geral no local. A contestada grama natural, construída em cima de um shopping center, foi totalmente removida e trocada por uma de material sintético. Ainda faltam alguns detalhes, mas a previsão é que a área, que já recebeu jogos oficiais do Alvinegro no passado, esteja disponível para peladas de aluguel.

A obra, no entanto, dividiu o Botafogo. O grupo de oposição à atual diretoria considerou um absurdo o presidente Maurício Assumpção ter iniciado a reforma sem antes ter consultado o conselho deliberativo do clube. O caso foi para a Justiça, que concedeu parecer favorável à continuação da troca de gramado. Alguns conselheiros são contra o que foi feito por considerarem um falta de respeito com a história do tradicional campo, que recebeu muitos jogadores do Alvinegro.

A situação, por outro lado, nega que seja um desrespeito, já que o campo não é o mesmo que recebeu Nilton Santos e Garrincha, por exemplo. Isso porque tal gramado foi destruído com a construção do shopping center no local – a partir deste momento, um campo, com dimensões menores, foi construído em cima do centro comercial.

Além disso, o Botafogo prevê que o aluguel do campo, que será dividido em três campos menores, terá papel decisivo nas contas do clube. Segundo apuração do UOL Esporte, a atual diretoria espera que a verba seja suficiente para pagar 50% dos custos totais da sede de General Severiano. O dinheiro, no entanto, não será o único fruto do gramado sintético.

Durante a semana, o gramado sintético será utilizado por mais de 500 crianças que frequenta as escolinhas de futebol do Botafogo. Com um campo de qualidade, o clube espera desenvolver algum talento que possa no futuro ser utilizado no elenco profissional. Quem também poderá ganhar com a reforma são os sócios, que poderão utilizar o local gratuitamente nos fins de semana.

Mas a grande questão que gerou polêmica foi a opção de alugar o gramado para qualquer pessoa. Após a instalações de iluminação em General Severiano, o gramado estará à disposição de quem quiser organizar uma pelada. A única condição para poder desfilar sua categoria na sede do Botafogo é uma quantia financeira, ainda não determinada. Não importa que você seja torcedor do Flamengo, Fluminense ou Vasco, embora seja proibido a utilização de qualquer camisa de futebol que não seja a do Botafogo.

Fonte: UOL