Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC

ABC

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda

VRE

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo

BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa

POR

Kanu, do Botafogo, revela ser fã de Roque Júnior e sonho no futebol: ‘Marcar o Cristiano Ronaldo e não levar gol’

comentários

Compartilhe

Kanu em Botafogo x Bangu | Campeonato Carioca 2020
Vítor Silva/Botafogo

Aos 23 anos, Kanu é mais um defensor a integrar a lista de bons zagueiros revelados pelo Botafogo nos últimos anos. Até a pausa das competições pela pandemia do coronavírus, o jogador vivia um bom momento no Glorioso, Com o contrato recém-renovado até 2022, ele revelou, nesta terça-feira, um sonho no futebol.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

– Um jogador que gostaria de marcar é o Cristiano Ronaldo. Marcá-lo e não tomar gol neste jogo seria o meu auge – afirmou Kanu, em entrevista ao programa “Donos da Bola”, da TV Bandeirantes.

Os dias de confinamento fizeram com que o jogador promovido aos profissionais do Glorioso em 2018 encontrasse uma nova referência da posição. Ao rever jogos antigos, se encantou com um ídolo da Seleção Brasileira pentacampeã do mundo em 2002.

– Eu gosto muito do Sergio Ramos, do Real Madrid. Tem um jogo firme e técnico. E há dois domingos eu vi na TV um jogo da Seleção Brasileira e me encantei com o Roque Junior. Pesquisei, vi que ele tem uma história muito linda no futebol e passei a me espelhar nele também – revelou.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo

Dupla de zaga afinada com Marcelo Benevenuto

O zagueiro também falou sobre o período em que esteve emprestado à Cabofriense, no primeiro semestre de 2019. Segundo ele, jogar em time pequeno serviu para que mudasse a mentalidade.

– Tive a base no Botafogo e nunca vivi uma realidade em um time pequeno. Quando fui para a Cabofriense e vi que tudo era muito diferente o que eles passam eu pensei: respeito essas dificuldades de times menores, mas não é isso o que eu quero para a minha vida. Tive a oportunidade de voltar e, fazer uma reconstrução mental e física, com a ajuda do Botafogo e dos preparadores. Nesse um ano que fiquei sem jogar trabalhei quietinho e quando a oportunidade surgiu eu aproveitei.

Na atual temporada, Kanu um dos atletas que mais receberam oportunidades no time. Foram seis partidas do Campeonato Carioca e uma pela Copa do Brasil. As boas atuações se devem muito, segundo o jogador, ao entrosamento com o companheiro Marcelo Benevenuto, outra cria da casa.

– Eu e Marcelo Benevenuto nos conhecemos há muito tempo. É muito bom jogar ao lado dele. Além de um ótimo jogador, é um irmão. A gente se completa dentro e fora de campo – finalizou.

Fonte: Terra e TV Bandeirantes

Comentários