O discurso do Botafogo é que a luta contra o rebaixamento ainda não acabou após a vitória sobre a Chapecoense por 1 a 0, nessa quinta-feira (15), e que só estará matematicamente seguro caso chegue aos 46 pontos. Nos bastidores, porém, a conversa é muito mais otimista. Ainda que com cautela, o assunto Libertadores já passou a ser pauta no clube.

Evidentemente que buscar uma vaga no G-6 é bastante complicado. Isso porque o Atlético-MG soma 50 pontos, seis a mais que o Botafogo. Com apenas quatro rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, a diretoria vê a diferença como significativa. A sensação é que o time saiu de um possível pesadelo para um improvável sonho.

“Vamos pensar que tem mais quatro batalhas, e vamos lutar até o final. Brigando por coisas maiores. Nosso primeiro objetivo era esse, mas não tem nada concreto ainda. Temos partidas importantes, para livrar do rebaixamento e lutar por algo lá em cima”, disse Luiz Fernando logo após a partida.

“A batalha é grande, vemos trabalhando muito para melhorar a cada jogo e colocar o Botafogo na parte de cima da tabela. Temos uma partida muito difícil em casa agora e vamos precisar muito da nossa torcida. Queremos colocar o clube no melhor local possível”, completou Rodrigo Pimpão.

Se agora o pesadelo do rebaixamento está distante e o sonho da Libertadores é algo palpável, tudo se deve à sequência de três vitórias consecutivas. São nove pontos que fizeram o Alvinegro dar um salto na classificação.

“Por vezes, detalhes determinam uma sequência. A gente conseguiu em um momento que precisávamos. O que me deixa mais feliz é que desempenhamos um futebol mais agradável. Assim, fica mais perto de vencer as partidas”, avaliou o técnico Zé Ricardo.

“Os jogadores estão de parabéns, a torcida nos empurrou e tem a sua participação também. A direção fez esforço e regularizou salários e premiações. Conseguiu também fretar um voo aqui para Chapecó, local que é difícil de chegar. Não queríamos correr riscos. Todo esse esforço, acredito, ajuda na sequência de vitórias”, completou o treinador.

Com o resultado, o Botafogo chega aos 44 pontos e pula para a 11ª posição do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro, agora, recebe o Internacional, no domingo, no Nilton Santos.

Fonte: UOL