Botafogo minimiza ideia de ‘campo neutro’ no Mané Garincha: ‘Mando é deles’

Compartilhe:

Encerrado o empate por 2 a 2 com o Figueirense pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil, o Botafogo passa a focar no confronto diante do Atlético-GO previsto para este sábado, às 16h30 (de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com cem por cento de aproveitamento, o Glorioso vem sendo tratado como favorito, ainda mais depois de os goianos abrirem mão do jogo no Serra Dourada. O Dragão vendeu o mando para ganhar uma receita extra e auxiliar as finanças do clube. Na visão dos botafoguenses, porém, o fato de a partida ser disputada em um campo neutro muda pouca coisa, e eles esperam muitas dificuldades. O local do confronto foi minimizado pelos jogadores.

“O Botafogo não tem que se preocupar com o local da partida, pois o mando de campo é do adversário e ele escolhe onde quer jogar. Nós temos que nos preocupar em ir a campo e conseguir ter um bom desempenho, render aquilo que se espera de nós e procurar conquistar uma vitória. O Atlético conta com uma equipe de muita qualidade, bons profissionais e farão de tudo para procurar a vitória. Cabe ao Botafogo se impor pelos meios de seu futebol e não pela partida ser disputada em um ou outro local. O nosso foco está dentro das quatro linhas”, alertou o zagueiro Diego Giaretta.

O atacante Bill pensa de maneira parecida. “No meu entender, as nossas dificuldades serão grandes porque o Atlético tem um bom time e jogadores experientes. Com certeza vai procurar fazer de tudo para impedir que o Botafogo ganhe a partida. O local do jogo é o que menos importa, e sim a qualidade do adversário. No caso do Atlético, teremos um time de bons valores pela frente e temos que ter o máximo de atenção para não sermos surpreendidos”, disse Bill.

A delegação do Botafogo viajou para Brasília nesta quinta-feira, e nesta sexta o técnico René Simões vai comandar o único treino antes do jogo contra o Atlético, que vai servir para definir a escalação. O lateral-direito Gilberto e o atacante Bill, preservados diante do Figueirense, voltam nas vagas de Luis Ricardo e Henrique, respectivamente. Outra novidade será o retorno do meia Daniel Carvalho, que estava vetado em Santa Catarina por conta de uma virose. O jogador ocupará o posto do atacante Rodrigo Pimpão, expulso na goleada de 4 a 1 aplicada no CRB, cumpre suspensão.

Dessa maneira, o esboço do time do Botafogo para sábado tem: Jéfferson; Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Carleto; Aírton, Willian Arão, Diego Jardel, Daniel Carvalho e Elvis; Bill.

Para este compromisso, o comandante segue sem poder contar com o volante Marcelo Mattos, com dores musculares na coxa direita, e com o atacante Sassá, que se recupera de uma entorse no pé esquerdo. Nesta sexta-feira, o treino do Botafogo acontecerá na parte da manhã, no centro de treinamento do Brasiliense. Nesta quinta-feira, antes da viagem o elenco realizou apenas um trabalho na academia do Figueirense.

Fora de campo, o clube sofreu um baque na Justiça do Trabalho, que bloqueou R$ 2 milhões referentes à dívida que o clube contraiu com o ex-atacante Donizete Pantera, que se sagrou campeão brasileiro pelo Glorioso em 1995. A diretoria do Alvinegro informou que vai recorrer da decisão, alegando que ela está baseada em um período que o Botafogo se encontrava fora do ato trabalhista.



Fonte: Gazeta Esportiva
Comentários