Na reta final do Campeonato Brasileiro é comum que os torcedores passem a acompanhar os jogos de concorrentes diretos de seu time na luta por objetivos como o título ou a permanência na Primeira Divisão. Com 36 pontos conquistados, o Botafogo luta contra a degola, mas está um ponto acima da zona de rebaixamento. Justamente por isso, a ordem é esquecer as demais partidas e manter o foco apenas no próximo adversário.

“Vamos trabalhar de olho nos nossos jogos, pois dependemos apenas dos nossos resultados para atingirmos os nossos objetivos nesta reta final de temporada. Os jogos agora ganham um contorno mais decisivo e por isso mesmo exigem mais da gente. Mas estamos preparados, porém, para que as coisas aconteçam não podemos ficar pensando nos nossos concorrentes diretos, isso só atrapalharia”, disse o zagueiro Gabriel.

O meia João Paulo concorda.

“O Botafogo tem jogos complicados pela frente e por isso mesmo não podemos pensar na pontuação geral ou esperar que os nossos concorrentes diretos tropecem. Se fizermos a nossa parte em campo vamos escapar do rebaixamento”, afirmou o apoiador.

O Botafogo volta a campo no domingo, às 18h (de Brasília), quando recebe o Corinthians a partir das 18h (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), pela 34ª rodada. Para este compromisso, o Botafogo perdeu o zagueiro Joel Carli, que vai ter de cumprir suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo na derrota para o Athletico Paranaense, em Curitiba (PR).

A sua vaga será preenchida por Marcelo Benevenuto, que vai formar dupla com Gabriel após se recuperar de lesão na perna direita. O lateral-esquerdo Yuri, que cumpriu suspensão no Paraná, volta na vaga de Lucas Barros.

Nesta sexta-feira o elenco do Botafogo treina na parte da manhã e o técnico Alberto Valentim vai aproveitar para definir a escalação que vai atuar diante do Corinthians. No sábado um recreativo encerra a preparação e dá início ao período de concentração para o jogo.

Fonte: Gazeta Esportiva