Botafogo ‘morre’ com maratona de jogos seguidos e amplia luta contra calendário

Compartilhe:

Demorou. Foram 27 jogos consecutivos, mas o Botafogo mostrou no último domingo que a maratona venceu a batalha contra o cansaço. O time encarou o Vasco com apenas quatro titulares e empatou por 2 a 2 no último domingo, no Maracanã. O técnico Oswaldo de Oliveira disse que não havia outra saída a não ser poupar a maioria dos titulares. Motivado pela situação, o Alvinegro intensificou a luta contra o calendário do futebol brasileiro.

A luta do comandante alvinegro não é novidade, tanto que o técnico Oswaldo de Oliveira demonstrou total apoio ao Bom Senso F.C. em seu lançamento. Porém, o fato de ter sido forçado a poupar Seedorf, Rafael Marques, Bolívar, Dória, Julio Cesar, Marcelo Mattos para não causar possíveis lesões deixou o treinador bastante irritado. Ele usou palavras fortes e cobrou a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para rever o calendário brasileiro.

“Precisva quebrar essa sequência de jogos, principalmente desses jogadores que ficaram fora. É racional, é só olhar. Todos deveriam esperar que tomássemos essa atitude. Não é uma questão de planejamento, da situação que ficou o campeonato, é questão de ser racional, de ver que é impossível que uma equipe produza 90 minutos jogando 29 vezes consecutivas e que seus jogadores não tenham uma instabilidade física e técnica”, disse.

“Os jogos do Campeonato Brasileiro caíram muito, todos os treinadores estão falando isso. Não quer dizer que o Botafogo vai ficar lindo e maravilhoso, mas era o mínimo que poderíamos fazer. Era para os caras descansaram, é uma necessidade que o futebol brasileiro tem que olhar. Por isso corremos o risco de tirar esses jogadores. Tem que cortar na carne, tem uma hora que você tem que amputar. Tem que ver isso com muita seriedade. O espetáculo cai! Os jogos não são mais os mesmos”, completou.

Utilizado apenas no segundo tempo, Renato lembrou que o fato de poupar atletas é comum na Europa. Além disso, ele disse que os atletas que não foram relacionados poderão ter melhor desempenho contra o Flamengo, nesta quarta-feira, no Maracanã, pela Copa do Brasil.

“O Campeonato Brasileiro é difícil, é longo, são muitas viagens, então gera esse acumulativo de cansaço. Lá fora é normal isso, eles poupam, o Oswaldo optou por isso e a equipe foi bem, apesar de não estar tão entrosada. Mas é bom que esses jogadores ficam mais descansados para quarta-feira”, afirmou Renato.

Botafogo e Flamengo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h50, no Maracanã, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Na partida de ida, as equipes empataram por 1 a 1. Por se tratar de confrontos disputados no mesmo estádio, o duelo não terá a a vantagem do gol como visitante. Portanto, qualquer empate levará a disputa para as penalidades. Quem vencer avança às semifinais da competição.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Botafogo terá pela frente o Atlético-MG, no sábado, às 18h30, no Maracanã, em jogo válido pela 30ª rodada. Com o empate diante do Vasco, o Alvinegro chegou aos 50 pontos e vê o Goiás reduzir a diferença pelo G-4 para quatro pontos.

Fonte: UOL

Comentários