Sem o Engenhão, o Maracanã foi a casa do Botafogo no segundo semestre de 2013. E a diretoria espera que continue assim na Libertadores da América, mesmo com a recomendação da Fifa para que sejam realizados apenas quatro jogos por mês no estádio até a Copa. A disputa com o Flamengo, que também está na competição internacional, deve ser grande.

“Nossa prioridade total é o Maracanã. Vamos sentar com a federação e com o consórcio para chegarmos a um entendimento. O bom senso diz que o estádio esteja aberto para a Libertadores”. afirmou Sidnei Loureiro.

Fonte: O Dia Online