Botafogo pega Cruzeiro com 2 missões: atrapalhar líder e amenizar crises

Compartilhe:

Em turbilhão por causa de problemas financeiros e pressionado pelos integrantes da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Botafogo tem teste de fogo neste sábado. No Maracanã, a partir das 18h30, o Alvinegro entra em campo para pegar o Cruzeiro com duas missões indigestas: atrapalhar a caminhada do líder da competição e amenizar as crises dentro e fora de campo.

Para isso, os donos da casa precisam esquecer dificuldades e polêmicas de bastidores. Os atletas convivem com três meses de atraso salarial. O Alvinegro ainda deve pagamento de direitos de imagem há cinco meses e FGTS. Além da situação financeira ruim, o clima político é conturbado. A oposição pede a saída do presidente Maurício Assumpção.

Dentro de campo, também há a necessidade de derrubar o principal time do Brasileirão. O Cruzeiro é o líder do campeonato com folga e atravessa momento inspirado. São quatro vitórias seguidas de um time disposto a manter a distância de cinco pontos para o vice-líder Corinthians. Para tanto, os mineiros terão que quebrar o tabu de nunca ter vencido no novo Maracanã, que traz más lembranças à equipe.

Apesar da má sorte, o técnico alvinegro Vagner Mancini espera um Cruzeiro forte e dá a medida sobre como o duelo no Maracanã é importante para o seu time. “O Botafogo vai ter que fazer o jogo da vida. Dificilmente vamos ver o Cruzeiro jogando abaixo dos últimos jogos. Entram com muita confiança em campo e oscilam pouco. O Botafogo não pode entrar em campo muito espaçado e cada um dos atletas tem que entrar em campo altamente concentrado”, ensinou.

A partida marca a estreia de Rogério. Atacante de velocidade com passagem de destaque pelo Náutico, ele fará parceria com Emerson Sheik. Essa é a aposta de Mancini para dar mais força ofensiva à equipe, que marcou apenas um gol nos últimos três jogos.

O Cruzeiro, em quatro jogos no Maracanã desde a reinauguração para a Copa do Mundo, perdeu três partidas e empatou apenas uma. Uma das derrotas mais marcantes para esse time aconteceu justamente no estádio, quando foi superado pelo Flamengo por 1 a 0 e caiu nas oitavas de final da Copa do Brasil do ano passado.

Para superar esse quadro adverso, buscar a primeira vitória no Maracanã e quebrar a invencibilidade do Botafogo como mandante, o técnico Marcelo Oliveira aposta na manutenção da equipe. A única alteração será por contusão, com Mayke entrando na vaga de Ceará, que sofreu uma lesão muscular na coxa direita.

O treinador celeste minimizou os problemas atravessados pelo rival fora das quatro linhas. “Penso que não é uma situação ideal, o normal é que as coisas estejam bem ajustadas. Mas o Botafogo tem profissionais de alto nível, é um clube de grande tradição, esses profissionais vão doar tudo. Até porque é um time invicto em casa, será muito complicado”, disse.

O Cruzeiro também conta com a força do ataque, o melhor da competição, e a grande fase de Ricardo Goulart, artilheiro do Brasileirão, que está disposto a quebrar o tabu do Maracanã. “Tem isso do Cruzeiro não ter ganhado lá, mas a nossa equipe foi muito bem, treinou a semana muito e está preparada para o jogo”, garantiu.

BOTAFOGO X CRUZEIRO
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-hora: 02/8/2014, às 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro:  Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcio Eustaquio Santiago (MG) e Guilherme Dias Camilo (MG)

BOTAFOGO
Jefferson; Lucas, Bolívar, Dória e Junior Cesar; Bolatti, Gabriel, Edílson e Carlos Alberto; Rogério e Emerson
Técnico: Vagner Mancini

CRUZEIRO
Fábio; Mayke, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Marquinhos e Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira



Fonte: UOL
Comentários