Botafogo pode receber multa por divulgar atrasado escalação

Compartilhe:

O Botafogo escondeu até os minutos finais a escalação para o jogo deste sábado, contra o Goiás, no Mané Garrincha. Diferentemente do que diz o artigo 72 do regulamento do Campeonato Brasileiro, que pede “para facilitar o trabalho dos meios de comunicação, cada clube deverá entregar ao quarto árbitro, até 45 minutos antes da hora marcada para o início da partida, a relação dos seus jogadores”, houve atraso. A primeira versão da escalação, inclusive, tinha uma dúvida: Seedorf e Gegê apareceram como os possíveis titulares. Somente cinco minutos antes de a bola rolar pela 13ª rodada, o sistema de som do estádio anunciou que o holandês era o escolhido do técnico Oswaldo de Oliveira.

O caso pode render punição. De acordo com o artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), “deixar de cumprir, ou dificultar o cumprimento de regulamento, geral ou especial, de competição”, pode gerar uma pena de R$ 100 a R$ 100.000, com prazo para cumprimento da obrigação. Se a infração for de pequena gravidade, a multa pode ser substituída por uma advertência.

Com Seedorf como titular, depois de ser poupado contra o Atlético-MG para ter uma recuperação física melhor, Oswaldo escalou a equipe para este sábado com Jefferson; Gilberto, Dória, André Bahia e Júlio César; Marcelo Mattos, Renato, Vitinho e Seedorf; Elias e Rafael Marques. No banco, o Bota tem Renan, Milton Raphael, Edilson, Rodrigo Defendi, Lima, Lucas Zen, Dedé, Gegê, Henrique, Sassá e Alex.

Já Enderson Moreira definiu o Goiás com Renan; Vitor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, David e Hugo; Paulo, Tartá e Walter. No banco, o Esmeraldino tem Edson, Valmir Lucas, Dudu Cearense, Yuri, Eduardo Sasha, Renan Oliveira, Erik, Neto Baiano e Araújo.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários