Três derrotas seguidas, estacionado com 27 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com salários atrasados e com torcedores invadindo o treino e pichando muros. Assim é que o Botafogo se prepara para o clássico contra o Fluminense neste domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 23ª rodada do Brasileirão.

Apesar dessa realidade, os jogadores pregam a tranquilidade para voltar a vencer, além do poder de concentração. Na visão deles, erros bobos acabaram custando derrotas recentes, como os 2 a 1 para o São Paulo e o 1 a 0 para o Fortaleza.

“Vamos precisar de tranquilidade e de muita concentração nesta partida para não cometermos os erros que estamos cometendo em alguns jogos. Sabemos que será um duelo muito complicado, o Fluminense vem em uma crescente na competição, mas não podemos adiar a nossa reação. Estamos treinando muito e trabalhando, mas infelizmente as coisas não estão acontecendo como a gente queria. Agora é tentar fazer acontecer contra o Fluminense”, disse o lateral-direito Marcinho.

O zagueiro Gabriel concorda.

“Vai ser um clássico decidido nos detalhes e estamos perdendo nos detalhes. Isso aconteceu nos últimos jogos e não podemos permitir que volte a acontecer contra o Fluminense, pois precisamos logo reagir”, afirmou o defensor.

O elenco treinou com os portões fechados nesta sexta-feira e apenas minutos antes do jogo o técnico Eduardo Barroca vai divulgar a escalação que pretende mandar a campo. Recuperado de um quadro de desgaste muscular, o zagueiro argentino Joel Carli retorna ao trime, assim como o lateral-esquerdo Gilson, que cumpriu suspensão contra o Fortaleza. O primeiro ganha a vaga de Marcelo Benevenuto, enquanto que o segundo ocupará o posto de Lucas Barros.

Quem segue de fora é o volante Alex Santana, lutando contra uma entorse no pé esquerdo. Neste sábado o elenco participa de um trabalho recreativo e depois começa o período de concentração para o clássico.

Fonte: ESPN.com.br