Durante quase dois anos, era unânime a opinião entre os botafoguenses que o fato de ter o Engenhão fechado comprometia consideravelmente as finanças do clube. Para muitos, o estádio inutilizado por conta de obras era o grande motivo para a má fase alvinegra que afundou o clube em dívidas e levou o time à segunda divisão. No último sábado, o local foi reaberto para jogos com público. E quase nada mudou: a realidade ainda está longe de ser aquela sonhada pelo clube de General Severiano.

Com o anel superior ainda fechado, a partida entre Botafogo e Bonsucesso teve apenas 9.562 torcedores, gerando uma renda minguada de R$ 319.720,00. Deste total bruto arrecadado, pouca coisa líquida sobrará aos cofres do alvinegro, que ainda corre o risco de ter “pago para jogar”, levando prejuízo em seu retorno oficial ao estádio – o borderô com este balanço financeiro será divulgado na segunda-feira pela Ferj.

E o cenário dificilmente irá se alterar nos próximos cinco meses. Com exceção de clássicos e jogos de fases decisivas, o Engenhão não deverá gerar a renda sonhada pelo clube. Somado a isso, o fato de ter o anel superior fechado dificulta a negociação de grandes shows, outra possível fonte de renda para o clube.

Sem maiores problemas com as obras na cobertura do estádio, o Engenhão deve ser totalmente reaberto no início de julho. Somente a partir desta data o Botafogo deve conseguir a receita que sonhou durante dois anos e pautou até mesmo a campanha política para as eleições presidenciais no final de 2014.

O sonho de equilibrar as finanças através do Engenhão, porém, não deve durar muito. Pelo menos em um primeiro momento. Após ser reaberto em julho, o estádio será novamente fechado no início de 2016, quando passará por pequenas adequações para receber as disputas dos Joso Olímpicos no mesmo ano.

Até lá, o Botafogo ainda terá que se virar para captar receitas alternativas. Por enquanto, a única certeza é a agenda de jogos que devem repetir o cenário de pouco faturamento do jogo do último sábado.

Após a vitória sobre o Bonsucesso por 4 a 0 no retorno a sua casa, o Botafogo volta ao Engenhão no próximo dia 21, quando recebe o Nova Iguaçu. Na sequência, o time ainda encara Flamengo e Tigres no estádio.

Fonte: UOL