Em situação delicada no Campeonato Brasileiro, o Botafogo busca sua primeira vitória na competição. Para a partida deste sábado, às 21h, o Alvinegro não poderá contar com Carlos Alberto, que precisa melhorar sua condição física para entrar em campo. Assim, o Alvinegro aposta todas as suas fichas em Emerson Sheik, que se recuperou de um corte no dedo do pé direito e está confirmado.

A expectativa em torno do atacante é grande, já que em sua estreia, no Maracanã, contra o Internacional, o jogador teve participação decisiva marcando um gol e dando assistência para o segundo, marcado por Zeballos. Em alta com os torcedores, Sheik conta também com a admiração do técnico Vagner Mancini.

“A evolução dele tem sido boa. Pensei que poderia contar também com o Carlos Alberto, mas temos que respeitar a fisiologia, o departamento médico… Ele vem de uma virose, mas mesmo assim tentei dar uma forçada. Tive que reconhecer que não está em condições. É um jogador importante e que não podemos correr riscos. Vamos reavaliar para o jogo de quarta-feira [Goiás] ou contra o Grêmio”, disse o treinador.

Com duas derrotas e um empate, o Botafogo está longe de viver sua melhor fase na temporada. A última vitória ocorreu no dia 18 de março, quando bateu o Independiente José Terán-QUE, pela Libertadores. Vagner Mancini deixou a tranquilidade de lado e cobrou um resultado positivo neste sábado, apesar de elogiar o adversário.

“Respeitamos a equipe do Criciúma. Sabemos que tem gente capacitada para nos surpreender. Mas chegou a hora do Botafogo. Não podemos mais admitir erros infantis em campo e que isso resulte em um resultado negativo. O cenário é esse. Temos enfrentado dificuldades externas e internas. Que todos os atletas entendam que chegou a hora de colocar um fim nessa fase ruim e iniciar uma reviravolta no clube”, afirmou.

Com ex-botafoguenses, Criciúma chega com moral após vitória em clássico

O Criciúma enfrenta o Botafogo com ânimo renovado após vencer o clássico contra o Figueirense no último final de semana e deixar as últimas posições. E o confronto deste sábado marcará um reencontro para um atleta.
Após passar pelo São Paulo e futebol português, o Cortez enfrenta o Botafogo pela primeira vez após chegar ao Criciúma. O clube carioca projetou o lateral esquerdo para o futebol nacional em 2011.

“Eu só tenho a agradecer ao Botafogo por tudo que eles fizeram por mim. Porém, agora estou defendendo as cores do Criciúma e, assim, vou fazer de tudo para deixar o Rio de Janeiro com um bom resultado”, disse ao Diário Catarinense.

Cortez se apresentou ao Criciúma no início do mês de abril. A sua estreia aconteceu no clássico diante do Figueirense. Outro ex-botafoguense que enfrentará o Alvinegro é o zagueiro Fábio Ferreira. “Eu procuro jogar sempre em alto nível. Venho trabalhando para me sentir bem e atuar com alegria e felicidade”, acrescentou o lateral esquerdo.

Para o confronto deste final de semana a principal dúvida gira em torno de Paulo Baier. O meia está machucado e caso seja vetado Wellington Bruno pinta como principal opção.

BOTAFOGO X CRICIÚMA

Data: 10/05/2014 (sábado)
Local: Estádio jornalista Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva
Auxiliares: Ailton Farias da Silva e Daniel Vidal Pimentel

BOTAFOGO
Jefferson; Edílson, Bolívar, Dória e Jr. Cesar; Gabriel, Bolatti, Jorge Wagner e Daniel; Zeballos e Sheik
Técnico: Vagner Mancini

CRICIÚMA
Bruno; Eduardo, Fábio Ferreira, Gualberto e Bruno Cortez; Rodrigo Souza, Serginho, João Vitor e Paulo Baier (Wellington Bruno); Silvinho e Lucca
Técnico: Wagner Lopes

Fonte: UOL