O Botafogo vive uma fase dramática no Campeonato Carioca e que contrasta com a empolgação vivida após a chegada de Diego Souza. Pois bem, agora, passado o êxtase, o Alvinegro precisa voltar as atenções para o campo e, nesta segunda-feira, a partir das 20h (de Brasília), derrotar o Madureira a qualquer custo no Estádio Nilton Santos. O duelo encerrá a terceira rodada da Taça Rio.

O escopo do Botafogo é vencer os quatro jogos restantes do returno para seguir respirando no Estadual, onde, na classificação geral, se encontra nas últimas posições. Já o Madureira está ainda pior e, em penúltimo no total, estreará o técnico Gaúcho nesta noite.

Do outro lado, Zé Ricardo admitiu as dificuldades que esperam o Glorioso daqui para frente, mas afirmou que será importante que o mês de fevereiro, que encerrou com seis jogos de invencibilidade para a sua equipe, com cinco vitórias em três competições diferentes no período, sirva de inspiração.

– Temos que procurar fazer 100% nesses quatro jogos que faltam, é difícil. Mas vínhamos numa sequência tão difícil quanto e ficamos seis jogos sem perder. Tem que servir como inspiração para a gente – comentou Zé.

Quanto à estreia de Diego Souza, é provável que ocorra contra o Fluminense, no dia 17. Enquanto isso, o Botafogo terá que segurar a ansiedade e vencer o Madureira, caso queira chegar para o clássico ainda com chances e para que a nova estrela e camisa 7 seja útil, além da festa.

Fonte: Terra