A discrepância das cotas de TV recebidas pelo Flamengo em relação aos outros times cariocas é preocupante. Na verdade, não só aos times do Rio de Janeiro, mas coloco o Corinthians nesse bolo junto com o Rubro-Negro. Desde que os valores foram reajustados, em 2012, para efeito de comparação, o time da Gávea recebeu cerca de R$ 500 milhões a mais do que Fluminense e Botafogo.

A máquina milionária hoje tem dedo de uma gestão de austeridade, mas isso se dá muito também pelo que vem ganhando a mais e há anos. É uma covardia com outras equipes. O ponto de audiência do Flamengo vale o dobro e muitas vezes o triplo. O que se fala aqui não é tratamento diferenciado para os demais. Mas, sim, justo.

Se os clubes não se juntarem contra o processo de ‘espanholização’ do futebol brasileiro, a situação vai ficar irreversível. É hora de união, antes que seja tarde e clubes de camisas pesadas virem meros espectadores…

Fonte: Coluna Em Grande Fase - Edilson Silva - O Dia Online