O Internacional ofereceu o atacante Eduardo Sasha ao Botafogo para ter o meia Camilo. Mas o clube carioca não aceitou. A negociação não se encerrou e ainda pode ser concluída, desde que o Colorado libere o centroavante Brenner.

Além de Sasha, o Colorado disponibilizou outros nomes à direção botafoguense para liberação do meia Camilo. Entre eles estava Brenner, que é reserva do ataque vermelho atualmente. Foi ele o predileto dos cariocas.

O alvinegro tem em Brenner um alvo antigo. Com 23 anos, o jogador marcou 13 gols em 26 jogos nesta temporada, mas vive jejum de 14 partidas sem marcar. Com vínculo até o fim do ano que vem no Colorado, o jogador só não se transfere imediatamente porque espera uma proposta mais vantajosa.

Um emissário do Nantes, da França, é aguardado em Porto Alegre na quinta-feira com uma oferta de 500 mil euros (R$ 1,8 milhão) pelo empréstimo dele por um ano. E somente depois desta data é que um eventual acordo com o Botafogo poderá ser firmado. A preferência é pelos europeus, mas caso não se confirme a proposta, o clube do Rio é considerado ótima alternativa.

Camilo, de 31 anos, é o preferido da direção do Internacional para o meio-campo. A ideia é que o jogador possa auxiliar D’Alessandro na armação de jogadas e ainda tenha potencial para quebrar linhas adversárias com jogadas individuais. Importante no grupo, mas não titular do Botafogo, a tendência aponta para acordo e sua liberação ao Inter. Com contrato até o meio do ano que vem, ele realizou 27 jogos e marcou um gol em 2017.

Além de um meia, o Internacional pretende a contratação de um centroavante. Ricardo Oliveira, do Santos, e Grafite, sem clube depois de deixar o Atlético-PR, são os prediletos. Leandro Damião, cujos direitos pertencem ao Santos mas está emprestado ao Flamengo, corre por fora.

Fonte: UOL