Cinco jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro. A sequência foi alcançada na noite do último sábado com a derrota por 2 a 1 para o Atlético-PR, e não é novidade para o Botafogo nesta edição da competição. O mesmo jejum aconteceu entre a 16ª e a 20ª rodada, período em que o time carioca foi comandado por três técnicos: Marcos Paquetá, Bruno Lazaroni e o próprio Zé Ricardo, que assumiu a equipe na 18ª rodada, no empate por 1 a 1 com o lanterna Paraná.

Mas apesar de alguns momentos ruins vividos no Campeonato Brasileiro, o Botafogo ainda não sabe o que é terminar uma rodada dentro da zona de rebaixamento, o que pode acontecer pela primeira vez caso não faça a lição de casa diante do Corinthians no próximo fim de semana em jogo que virou chave para os Alvinegros cariocas se afastarem da zona de descenso.

Com 35 pontos, o Botafogo ocupa a 14ª colocação da tabela e corre o risco de ser ultrapassado ainda nesta 31ª rodada pelo Ceará, que soma 34 e encara o Atlético-MG na segunda-feira (30), no Castelão. Já na 32ª rodada, o time de Zé Ricardo pode ser superado por outras quatro equipes: América-MG (34), Chapecoense (34), Sport (33) e Vitória (33). No pior dos cenários, cairia para a vice-lanterna.

“Um momento difícil para gente. Temos um adversário difícil na próxima semana, temos que fazer uma semana muito forte, todos sabem da nossa responsabilidade. O Botafogo vai continuar lutando, todos nós, sem dúvida nenhuma”, disse o treinador em entrevista coletiva após a derrota para os paranaenses.

Para a partida contra o Corinthians, que acontece domingo (4), no Engenhão, às 17h (de Brasília), o técnico Zé Ricardo não poderá contar com o meia Luiz Fernando e o zagueiro Marcelo Benevenuto. Ambos receberam o terceiro amarelo diante do Atlético-PR e irão cumprir suspensão.

Zé Ricardo ainda aproveitou a coletiva para fazer um pedido especial aos botafoguenses: “A torcida é muito importante no jogo de domingo e precisa saber que nos ajuda muito. Será fundamental a presença deles”.

Fonte: UOL