O Botafogo volta a campo nesta quarta-feira para reviver as recentes noites memoráveis em competições internacionais no Nilton Santos. Às 19h15 (de Brasília), o duelo será diante do Sol de América, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, cuja vantagem pertence aos cariocas, que venceram na ida por 1 a 0, no Paraguai.

⬇ Não vai ao Nilton Santos? Garanta a transmissão de Botafogo x Sol de América ao vivo e de graça! ⬇

E o “clima de competição internacional” é debatido dentro do vestiário como um combustível para que o Alvinegro confirme o favoritismo e lembre principalmente as festas durante os jogos da Libertadores de 2017 – quando o clube conquistou cinco vitórias nos sete jogos disputados em sua casa.

– Vamos jogar em casa e queremos voltar a sentir aquele clima de competição internacional no Nilton Santos. Nossa torcida gosta muito destes jogos e em campo esse apoio faz diferença – disse Gatito Fernández, ao LANCE!, completando a respeito do adversário:

– É jogo de mata-mata, todo cuidado é pouco. Os setores do time precisam estar atentos durante os 90 minutos e dependemos de todos, não só da defesa – emendou o goleiro.

Gatito fez referência aos ótimos números do sistema defensivo do Botafogo nesta Sul-Americana. Desde a primeira fase, somando os dois jogos contra o Defensa y Justicia-ARG e o da ida contra o Sol de América, o paraguaio sofreu nove chutes na direção de seu gol. O Glorioso ainda não sofreu gols nesta edição do torneio e, caso o cenário se repita nesta quarta-feira, o time de Eduardo Barroca se garante na terceira fase.

Por falar em Barroca, o treinador virá a campo com Gatito Fernández; Fernando, Carli, Gabriel e Gilson; Cícero, Alex Santana e João Paulo; Erik, Luiz Fernando e Diego Souza.

Fonte: Terra