Após o empate frustrante sofrido no último minuto contra o Paraná, pelo Campeonato Brasileiro, no domingo, o Botafogo começa a mudar o foco para o jogo de quinta, contra o Nacional-PAR, pela Copa Sul-Americana. Com boas chances de classificação — basta vitória simples por 1 a 0 ou por dois gols de diferença — o elenco começa a se preparar para lidar com a catimba do time paraguaio, que vai chegar ao Rio com a vantagem do empate.

— Sabemos que eles vão fazer cera. Mas nosso grupo é esperto, tem bastante jogador experiente — afirmou Luiz Fernando, autor do gol alvinegro no jogo da ida.

A reclamação não é para menos. Depois que fez 1 a 0 no início do jogo em Assunção, os jogadores do Nacional começaram a gastar o máximo de tempo que podiam. Principalmente o goleiro Santiago Rojas, que não tentou esconder a demora antes de cobrar tiros de meta e recolocar a bola em jogo.

Se jogando em casa, a postura do Nacional foi esta, na casa do Botafogo e com a vantagem do empate, deve ser ainda pior. Mas Luiz Fernando vê o time preparado para lidar com os paraguaios.

— Eles têm uma equipe aguerrida, creio que virão fechadinhos, mas estaremos na nossa casa e vamos ter que nos impor. Questão de tomar um gol no finalzinho incomodou bastante o grupo porque deixamos escapar um resultado importante. Mas na quinta teremos o estádio lotado e a atmosfera é outra. Isso vai ajudar bastante para conseguirmos a classificação — analisou.

Vitória em jogo-treino

Os jogadores que foram reservas do Botafogo no domingo, contra o Paraná, fizeram um jogo-treino no Estádio Nilton Santos contra a Portuguesa da Ilha ontem. O Alvinegro venceu por 1 a 0, com um gol do lateral esquerdo Yuri.

Gatito Fernandez, que está fora desde abril e vive a expectativa de retornar aos campos nesta semana, não participou da atividade. Kieza, que ficou fora do jogo contra o Paraná por problema muscular, também ficou de fora.

O time que iniciou o jogo-treino foi composto por Diego; Luís Ricardo, Marcelo, Yago e Gilson; Jean, Marcelo e Renatinho; João Pedro, Ezequiel e Brenner. Gabriel, Wenderson, Rhuan (da base), Dudu Cearense, Bochecha, Yuri, Pachu, Helerson, Leandrinho e Marcos Vinicius entraram no decorrer.

O clube divulgou ontem que 20 mil ingressos já foram vendidos para o jogo contra o Nacional-PAR. Com preços entre R$ 5 e R$ 20, a expectativa é que mais de 40 mil pessoas compareçam ao Estádio Nilton Santos na quinta, às 19h30.

Fonte: Extra Online