Contratar um atacante é a principal prioridade do Botafogo para a temporada. Porém, a diretoria não teve êxito nas negociações até o momento. Nilmar, Walter, Maxi Lopes, Willian José, Neílton, Forlán e Kleber já foram ventilados no clube de General Severiano, que até o momento conta apenas com Sassá, Yguinho e Henrique para o setor, além de Rafael Marques, que tem jogado como meia.

As prioridades são Forlán e Kleber, mas a demora e a dificuldade na negociação fez o Botafogo buscar o oitavo atacante em menos de um mês. A bola da vez é ‘El Tanque’ Ferreyra, que defendeu o Olímpia-PAR na última Libertadores. O atacante ficou conhecido por escorregar no jogo final da competição internacional, quando o goleiro Victor do Atlético-MG já havia sido driblado.

‘El Tanque’, como ficou conhecido, tem 1,91m e 30 anos. A agonia do Alvinegro no mercado, no entanto, deve acabar. Isso porque a negociação com o atacante está bastante avançada e deve ser concluída nos próximos dias. O agente do atleta, Claudio Distra, inclusive, afirmou à Rádio 780, do Paraguai, que Ferreyra já está acertado com o Botafogo e que precisa apenas ser aprovado nos exames médicos para assinar o contrato.

“El Tanque Ferreyra recebeu cinco ofertas, mas escolheu o Botafogo por se tratar de um grande clube. Eles irão fazer exames médicos, como toda a equipe faz”, afirmou o empresário.

Além de ‘El Tanque’, o Botafogo ainda tentará mais um atacante de peso. O desejo da diretoria é fechar com Kleber ou Forlán. O atacante do Grêmio recebe R$ 500 mil mensais e a diretoria gaúcha deseja reduzir seus gastos. Inclusive, o Tricolor está disposto a dividir o salário com o Alvinegro, que teria o atleta até o fim do ano por empréstimo. Já o jogador do Inter tem situação mais complicada, já que os dirigentes descartam negociá-lo. O clube de General Severiano ainda não desistiu e tenta convencer o Colorado.

Quem também segue na pauta é Neílton. O atacante ainda não decidiu se renovará com Santos, com quem tem feito algumas reuniões para tratar o assunto. Com contrato até maio, o atacante rejeitou a oferta salarial do clube e deseja respirar novos ares. Neste cenário, o Alvinegro pinta como favorito, já que fez oferta que agradou o estafe do atleta.

“Idade não quer dizer nada. O Vitinho é um bom exemplo disso. Mesmo muito jovem conseguiu se destacar. Sassá e Henrique têm qualidade e estão buscando seu espaço. Mas sabemos que a diretoria está buscando jogadores para a posição e se vierem jogadores experientes serão importantes”, disse Bolívar.

“Sem dúvida o time atual está preparado. Sassá e Henrique estão juntos conosco desde o ano passado e vão ajudar. Sabemos que são poucos os jogadores no sistema ofensivo, mas a concorrência é grande no mercado da bola”, finalizou o zagueiro.

Fonte: UOL