O ex-atacante Donizete está vendendo seus bens para sobreviver à indiferença do Botafogo, que suspendeu o pagamento das parcelas de aproximadamente R$ 50 mil de um acordo feito na Justiça durante a gestão de Mauricio Assumpção. O total da dívida caiu de R$ 4 milhões para R$ 1,2 milhão, mas há pelo menos seis meses Donizete não vê a cor do dinheiro.

Seu advogado, Luiz Roberto Leven Siano, ameaça acionar a Justiça na semana que vem, cobrando multa de 50% sobre o valor devido.

– Meu padrão de vida caiu. Já vendi seis apartamentos e outras coisas para sobreviver. O Botafogo não me paga, nem me dá emprego – lamenta o Pantera, campeão brasileiro pelo Alvinegro em 95.

Fonte: Blog Extracampo - Marluci Martins - Extra Online