Botafogo tem nova queda traumática e busca reação para não repetir 2007

Compartilhe:

No dia 27 de setembro de 2007, o Botafogo escrevia um dos capítulos mais tristes de sua história ao ser eliminado de forma traumática pelo River Plate, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na oportunidade, o Alvinegro acusou o golpe, perdeu quatro jogos seguidos no Brasileiro e viu a chance de voltar à Libertadores escorrer pelas mãos.

Pouco mais de cinco anos depois, o Botafogo vê nova queda marcante ao ser goelado por 4 a 0 para o Flamengo, na última quarta, pela Copa do Brasil. O mais recente capítulo coloca o Alvinegro em xeque para a sequência do Brasileiro. Porém, o técnico Oswaldo de Oliveira mostra não ter esse medo e mostra confiança em seus atletas para uma pronta reação.

Em 2007, Botafogo venceu o River Plate-ARG por 1 a 0 no Engenhão. No jogo de volta, triunfava por 2 a 1 até os 28min da etapa complementar e com um homem a mais em campo. Porém, o Alvinegro sofreu três gols em 22min e viu o River avançar na competição. E a sequência da temporada foi dura. O time perdeu quatro jogos seguidos após ser eliminado e despencou também na tabela do Brasileiro – da 7ª para 11ª posição. Assim, viu o sonho de lutar por uma vaga na Libertadores sair de pauta.

“Já passamos momentos difíceis esse ano e a equipe se restabeleceu. Temos jogadores com força e personalidade. É claro que não tinha ocorrido uma derrota dessa maneira, mas de qualquer forma, vamos insistir e buscar novo ânimo. Temos que focar nos próximos objetivos e seguir até o fim da temporada”, disse.

“Os nossos jogadores têm muito mérito em tudo que foi conseguido até agora. Estão abatidos nesse momento, claro. Cabe a mim estimular e buscar sair dessa situação incômoda. Temos objetivos pela frente. São oito jogos no Brasileiro e de certa forma isso nos estimula a dar continuidade. Temos que reagir o mais rápido possível”, completou

A única certeza no momento é que o Botafogo terá mais oito jogos até o fim da temporada. O Alvinegro ocupa a quarta colocação com 50 pontos, quatro a mais que o Goiás, primeiro time fora do G-4. Na próxima rodada, o time de General Severiano encara o Atlético-MG, neste sábado, às 18h30, no Maracanã.

Fonte: UOL

Comentários