Já eliminado do Campeonato Carioca, o Botafogo neste momento tem todas as suas atenções voltadas para a Copa do Brasil. O próximo desafio do time será o duelo contra o Juventude nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), pela rodada de ida da terceira fase. Analisando o confronto, os jogadores botafoguenses esperam um adversário muito retrancado.

“O Juventude com certeza vai jogar para tirar proveito de algum erro nosso e chegar a vitória na base dos contra-ataques. Por isso mesmo vamos precisar trabalhar a bola com muita velocidade, com deslocamentos, com a passagem dos laterais e com os atacantes se mexendo bastante. Apenas dessa maneira que vamos conseguir nos aproximar do nosso principal objetivo, que é classificação”, analisou o volante Alex Santana.

O zagueiro Gabriel segue a mesma linha de raciocínio.

“Pelo que analisamos até aqui, principalmente no Campeonato Gaúcho, e por aquilo que foi passado pela comissão técnica, não vamos ter um adversário disposto a se expor muito dentro de campo. O Juventude sabe que vai ter o jogo de volta em casa e vai procurar levar a decisão para o Rio Grande do Sul. Creio no adversário muito fechado e com jogadores rápidos pelas pontas, com um atacante que prende bem a bola”, disse o defensor.

O time do Botafogo para este confronto será definido somente no treino desta quarta-feira pela manhã. Para este compromisso o técnico Zé Ricardo vai poder contar com o goleiro Gatito Fernández. O jogador retornou aos trabalhos depois de servir à seleção paraguaia em amistosos internacionais de preparação para a Copa América de junho, que acontecerá no Brasil. O jogador não se queixou mais de dores nos dedos da mão direita e por isso mesmo será titular diante dos gaúchos. Assim, Diego Cavalieri, que vinha ocupando o posto, retorna ao banco de reservas.

Já o zagueiro Joel Carli terá que esperar um pouco mais para ir a campo. O argentino, que se recupera de uma cirurgia por conta de uma entorse no joelho direito, está ainda em fase final de transição entre o departamento médico e a preparação física. Ao que tudo indica será liberado apenas para a estreia no Campeonato Brasileiro, prevista para o dia 28 de abril contra o São Paulo, no Morumbi, na capital paulista.

Fonte: Gazeta Esportiva