Assim que garantiu a permanência na elite para 2019, o Botafogo passou a planejar a temporada seguinte com a tranquilidade de quem já contava com uma espinha dorsal formada. O problema é que, com o fim do ano, o clube passou a ser visto como uma espécie de “shopping center”, e vários jogadores titulares estão negociando uma possível transferência.

Marcinho despertou o interesse do Cruzeiro, disposto a pagar até R$ 5 milhões. O lateral direito faz parte dos planos do Botafogo, e uma venda atrapalharia e muito a montagem do elenco. O Alvinegro não gostou do valor oferecido pelos mineiros.

Além do jovem lateral, o Botafogo pode perder Igor Rabello. Valorizado após jogar quase todas as partidas do Alvinegro no ano, com apenas um desfalque por suspensão de cartões amarelo, o defensor tem proposta do Atlético-MG e ainda espera ofertas de times do exterior.

Por mais que Gilson tenha ganhado a posição, foi Moisés quem terminou o ano como titular na lateral esquerda devido a uma lesão do companheiro. Zé Ricardo havia pedido a sua permanência para o Corinthians, mas o Fluminense o envolveu na negociação por Sornoza e poderá levar o jogador.

No meio de campo, talvez, a principal baixa. Matheus Fernandes tem venda encaminhada para o Palmeiras e espera apenas a oficialização do negócio. O volante foi titular absoluto do time e deixará uma importante lacuna na posição. João Paulo, que retorna de grave lesão, poderá ocupar a vaga.

Outros dois jogadores têm situação indefinida. Erik está em uma “lista de espera” do Palmeiras, que pode negociá-lo para fora do país. Caso não cheguem propostas, o time analisará se ficará ou não com o atleta em 2019. Ele só pode reaparecer no Botafogo se não for vendido e nem permanecer no Alviverde, o que hoje parece totalmente improváel.

Por fim, quem também ainda não tem futuro definido é Leo Valência. O chileno tem contrato apenas até o meio da temporada e só ficará caso não venha alguma boa proposta pelo jogador. Se permanecer, a renovação não está descartada, mas ainda será avaliada pela diretoria.

Os únicos atletas do time titular que não tiveram qualquer proposta oficial e não têm risco de sair são Gatito Fernández, Joel Carli, Lindoso, Luiz Fernando e Kieza. A outra metade do time, no entanto, flerta com a possibilidade de mudança de clube para a próxima temporada.

Fonte: UOL