Mesmo com o final do Campeonato Brasileiro, o Botafogo ainda aguarda pra definir o seu futuro na próxima temporada. O Glorioso terminou a competição no G-4, mas depende do resultado da final da Copa Sul-Americana e torce para que a Ponte Preta não ‘roube’ a tão sonhada vaga na Copa Libertadores.

A vaga na competição é tão desejada por clube e torcedores que alguns botafoguenses pensaram na possibilidade de ir para a Argentina, local da final da Sul-Americana, entre Lanús e Ponte Preta, para torcer contra o time brasileiro. Porém a ideia não foi adiante já que os ingressos estão esgotados.

“A ideia inicial era ir para o jogo na Argentina. Eu comecei a planejar com uns amigos e criei o evento. Mas os ingressos já estavam quase esgotados e alguns amigos desistiram por estar em cima da hora”, disse Renaldo Souza, organizador do evento.

Mesmo sem poder secar a Ponte Preta pessoalmente, os botafoguenses não desistiram e criaram um evento em uma rede social. Nele, grupo de Seropédica, município do Rio de Janeiro, se reunirá em um bar e secar a equipe brasileira. O objetivo, claro, é conquistar a tão sonhada vaga após 17 anos de espera.

E a torcida contra a Ponte Preta não se resume aos torcedores. Atletas do Botafogo não ficaram em cima do muro e declararam todo o seu apoio ao time Argentino. “Lanús desde criancinha”, os jogadores tem uma atividade certa para esta quarta-feira, às 21h50.

“Merecemos muito essa vaga na Libertadores. Ficamos quase o campeonato todo dentro do G4. Até por isso não vejo o Botafogo fora dessa competição. Infelizmente ainda temos que esperar. Pensamento positivo, vamos secar quarta-feira na televisão”, disse o lateral esquerdo Julio Cesar após a vitória por 3 a 0 para o Criciúma, que recolocou o Alvinegro na zona de classificação.

Fonte: UOL