Após iniciar o Campeonato Brasileiro com resultados ruins, o Botafogo espantou qualquer pessimista com a sonora goleada de 6 a 0 sobre o Criciúma, no último sábado no Maracanã. O Alvinegro quer ratificar o bom momento e enfrentará o Goiás, nesta quarta-feira, às 22h, em Juiz de Fora. O mando de campo é do adversário, mas não poderá utilizar o Serra Dourada e escolheu a cidade de Minas Gerais.

Para o Botafogo a escolha não poderia ter sido melhor. O time tem uma grande quantidade de torcedores na cidade, que foi apelidada por eles como “Juiz de Fogo”. Após a goleada sobre o Criciúma, o Alvinegro espera receber um grande público. E a torcida está fazendo sua parte, já que as filas estiveram grandes nos últimos dias.

Para o jogo, o Botafogo não poderá contar ainda com Carlos Alberto. O jogador, que estava no Goiás, não teve os documentos enviados pela diretoria esmeraldina ao Alvinegro, que não pode inscrever o atleta. A atitude não agradou o time carioca, que previa a presença do apoiador ao menos no banco de reservas, por conta de sua condição física.

Naturalmente, a expectativa recai sobre Emerson Sheik e Daniel, autores de cinco dos seis gols do Botafogo na última partida e artilheiros do time no Brasileiro. Confirmados entre os titulares, a dupla é a principal esperança dos torcedores. O jovem apoiador, inclusive, se beneficiou de uma mudança de posicionamento – foi adiantado, recuando Zeballos para o meio – e marcou três gols. Agora ele espera uma marcação mais atenta

“Isso me ajudou realmente no último jogo. Agora os adversários já sabem quem eu sou e vão dificultar meu estilo de jogo. Sei que será difícil reeditar aquela atuação, mas estou bastante focado para trabalhar forte e dar meu melhor sempre. Sei da minha capacidade, do meu potencial e vou chamar o jogo e tentar ajudar o Botafogo e meus companheiros”, disse Daniel.

Goiás quer reforços, mas aposta em defesa para segurar Botafogo

Mesmo com sete pontos e na oitava colocação, a derrota para o Palmeiras não foi bem recebida no Goiás. Araújo e Victor foram barrados e sequer ficarão no banco de reservas para enfrentar o Botafogo. O técnico Ricardo Drubscky aposta na defesa esmeraldina para segurar o Alvinegro. Até agora só levou dois gols na competição, inferior apenas à de Santos e Corinthians, com apenas um.

A defesa não preocupa, mas o ataque sim. Com apenas dois marcados até agora, o Goiás está atrás de jogadores que possam fazer a diferença, mas não está fácil. “Aguardo as contratações, mas estamos com dificuldades na questão financeira. Não é fácil contratar. Estamos em busca de jogadores, mas eu tenho certeza de que virão. Mas mais importante é que os jogadores que estão aqui façam coisas melhores. Temos condições”, finalizou Drubscky.

GOIÁS X BOTAFOGO

Data e hora: 14/05/2014. às 22h (horário de Brasília)
Local: Estádio Municipal de Juiz de Fora, em Juiz de Fora (MG)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Marconi Helberti Vieira (MG)
Transmissão: Tv Globo e Premiere

GOIÁS
Renan; Thiago Mendes, Jackson, Alex Alves e Juliano; Amaral, David, Ramon, Esquerdinha (Erik) e Tiago Real; Danilo
Técnico: Ricardo Drubscky

BOTAFOGO
Jefferson; Edílson, Bolívar, Dória e Junior Cesar; Gabriel, Bolatti, Jorge Wagner e Daniel; Zeballos e Sheik
Técnico: Vagner Mancini

Fonte: UOL