Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Carioca

02/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

0

X

0

Escudo Nova Iguaçu
NOV

Botafogo volta a Varginha após 19 anos, quando por pouco não ‘encontrou’ ET

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Em suas andanças pela Série B do Brasileirão, o Botafogo desembarca nesta sexta em Varginha, sul de Minas Gerais, onde enfrenta o Boa Esporte no Estádio Municipal, às 21h30. Apesar de ser atualmente o único time do futebol local, o Boa ainda não é a primeira referência que vem à cabeça quando se fala o nome da cidade.

O “ET de Varginha”, suposto ser de outro planeta que apareceu e assustou o Brasil na década de 90, ainda é o que qualquer brasileiro pensa quando escuta o nome do município. Pois, coincidências do destino, o Botafogo volta a Varginha 19 anos depois do último jogo por lá: um amistoso em 1996, exatas 24 horas antes da misteriosa aparição do ET mais famoso do Brasil. E circunstâncias sinistras envolveram aquele jogo.

Interferência de OVNIs? Helicóptero que levava Túlio quase caiu e causou tragédia
Campeão brasileiro no ano anterior, o Botafogo vivia os louros do título na pré-temporada de 1996. Por isso, acabou parando em Varginha. Atrás de dinheiro, aceitou jogar um amistoso contra o Goiás na cidade, no mesmo estádio que enfrentará o Boa Esporte quase duas décadas depois. A única exigência do contrato: Túlio Maravilha, astro daquele time e artilheiro do último Brasileirão, tinha que jogar. Assim, o Botafogo levou todo o time reserva para o sul de Minas, e Túlio chegaria na hora e no dia da partida, vindo do Rio, com entrada triunfante de helicóptero no “Melão”, apelido do estádio varginhense.

Sabe-se lá se por interferência dos discos voadores que, se existiram, supostamente, já deviam estar chegando aos céus do local, Túlio passou maus bocados no helicóptero, junto com seu empresário Luís Orlando, o técnico Marinho Perez e o auxiliar, Renê Weber. O mau tempo, com muita chuva e ventania, obrigou o helicóptero a fazer dois pousos forçados em fazendas na região. No segundo pouso, o piloto recomendou seguir o percurso de carro, porque o tempo (ou seriam os extraterrestres?) estava impossibilitando o voo. Na primeira fazenda, segundo reportagem da época do “Jornal do Brasil”, o fazendeiro se espantou ao ver o artilheiro do Brasil em sua propriedade.

“O Túlio, literalmente, caiu do céu”, declarou, mal sabendo que, na noite seguinte, se olhasse com mais atenção para o mesmo céu não veria uma estrela do futebol brasileiro, mas provavelmente OVNIs, conforme relataram vários fazendeiros da região após a notícia do aparecimento do ET de Varginha.

O “pânico a bordo” atrasou muito o amistoso, marcado pras 21h, que esperou por duas horas o artilheiro, afinal, ele era o motivo da festa, em jogo contra o time que o revelou. Um dia depois, Túlio assinou renovação com o Botafogo e a Pepsi e passou a ser o jogador mais bem pago do país. No dia do amistoso, assustado, chegou e só conseguiu jogar no segundo tempo. Não evitou a derrota dos reservas do Botafogo por 2 a 0 para o Goiás. Levou R$5mil por 45 minutos em campo.

REPRODUÇÃO

Reprodução do 'Jornal do Brasil' com notícia do susto de Túlio no helicóptero
Reprodução do ‘Jornal do Brasil’ com notícia do susto de Túlio no helicóptero

ET aparece 24 horas depois do Botafogo
Na manhã seguinte Túlio e o Botafogo deixaram Varginha sem saber que não seriam a maior novidade daquela semana na cidade do interior. De madrugada, vários episódios estranhos: supostos discos voadores foram vistos no céu, animais das fazendas próximas ficaram assustados sem explicação nenhuma e, por fim, três meninas viram um ser de cor marrom, pele oleosa, olhos vermelhos e esbugalhados, cabeça grande com três imperfeições em cima. Agachado em um terreno baldio, extremamente assustador. Primeiro acharam que era um “demônio”, depois concluíram que era um aliegína.

Assim, a cidade viveu seu episódio mais famoso, tema de reportagens, estudos e documentários polêmicos por vários anos: a aparição do famoso “ET de Varginha”. Tudo a 3 quilômetros de distância do estádio onde o campeão brasileiro do ano anterior tinha jogado horas antes.

REPRODUÇÃO

Reprodução da revista 'Isto é' sobre o ET de Varginha
Reprodução da revista ‘Isto é’ sobre o ET de Varginha

Apesar de investigação, mistério permanece no “Incidente de Varginha”
Muitos ufólogos acreditam que, além do jogo do Botafogo, Varginha viveu naqueles dias reais experiências de contatos com extraterrestres. Muitas histórias foram contadas, envolvendo a captura do alienígena por autoridades militares brasileiras. Fato é que a cidade virou a “Terra do ET” e soube explorar o assunto muito bem. Hoje, a decoração pública da cidade tem várias referências ao incidente e até uma praça foi ornada com o tema e ganhou o curioso nome de “Praça do ET”

De acordo com um Inquérito Policial Militar (IPM) e de uma sindicância arquivada no Superior Tribunal Militar (STM), ambos publicados em 2010, 15 anos depois do ocorrido, a versão oficial do caso diz que as meninas que viram o alienígena, na verdade, se confundiram. Elas teriam visto, na realidade, um conhecido morador do bairro onde moravam, um deficiente mental conhecido como “Mudinho”, que teria a mania de ficar agachado recolhendo objeto do chão. Por estar sujo de chuva e barro da tempestade da noite anterior (a mesma que quase derrubou o helicóptero de Túlio Maravilha), confundiram o sujeito com um ET.

Varginha que se prepare para receber o Botafogo. Não que o time deste ano cause mais frisson do que o da última vez que o Alvinegro esteve por lá, em 1996. Mas como tem coisas que só acontecem com o Botafogo, é bom os moradores da cidade ficarem de olho no céu, atentos aos terrenos baldios da cidade na noite seguinte ao jogo. Seria uma coincidência, literalmente, de outro planeta. O jogo é de segunda divisão, mas os contatos, cuidado, podem ser de terceiro grau neste fim de semana no sul de Minas.

REPRODUÇÃO

Mapa mostra distância do estádio de Varginha em relação ao local da 'aparição' do ET
Mapa mostra distância do estádio de Varginha em relação ao local da ‘aparição’ do ET
Notícias relacionadas
Comentários