Segundo pior marcador de gols e mandante dentre os clubes da Série A em 2019, o Botafogo está ciente do alerta ligado e da necessidade de trazer a confiança das arquibancadas de volta. A oportunidade do clube para coroar o inicio da Era Eduardo Barroca será nesta quinta-feira, diante do Bahia e de seu torcedor, no Estádio Nilton Santos, às 20h (de Brasília).

Até o momento, em 18 partidas na temporada, o Botafogo marcou 26 gols, o que dá uma baixa média de 1,4 gol por jogo, tendo em vista a menor exigência no Carioca, principalmente. Dos gols, os atacantes somam metade deles: 13. Erik deu a sua versão:

– Tem que sempre procurar melhorar, vencer, mas se na quinta-feira acabar em 1 a 0 o jogo, eu vou ficar muito feliz. Hoje o futebol está muito competitivo, os atacantes e os times marcam mais. Óbvio que os gols não sairiam tanto. Desses 13 gols, eu tenho sete. Vamos tentar melhorar essa média para ter uma boa média na frente – comentou o artilheiro do Alvinegro na temporada.

Para ir à rede com mais frequência, o Botafogo contará com o importante retorno de Diego Souza, que ficou de fora da estreia de Barroca e da equipe no Brasileiro, na derrota para o São Paulo, ao comando de ataque.

Com o camisa 7, o botafoguense também espera que o status de mandante pouco intimidador, cujo aproveitamento de 58,33% em 2019 só fica atrás dos 51,5% do São Paulo, fique para trás, depois de quase um mês sem ver a bola rolar no Niltão.

Fonte: Terra