O Brasileiro-2014 teve a pior média de gols em uma rodada de abertura em 20 anos. Foram apenas 16 tentos em dez partidas, uma média de 1,6 por partida. O Nacional-1994 teve um resultado mais baixo com apenas 1,37.

O campeonato deste ano teve três jogos sem gols – Coritiba x Chapecoense, Flamengo x Goiás e Atlético-MG x Corinthians. Houve nove times que não fizeram nenhum tento na rodada.

Nestes 20 anos, só por três vezes a média de gols esteve abaixo de dois, em 2006, 2000 e 2014. Em outros anos, esse número ficou de 2,07 e 3,9.

Para se ter uma ideia, foram 26 gols na rodada inicial de 2013, dez a mais do que neste ano. Esse resultado ficava próximo da média de outros campeonatos de pontos corridos. Por isso é significativa a queda de quase 40% no número deste ano, que é o pior sob a nova fórmula.

Os Brasileiros anteriores aos pontos de corridos, até 2003, tinham um número de jogos irregular na primeira rodada. Ou seja, nem todo mundo jogava. Em 1994, foram apenas oito partidas, com 11 gols. Coincidentemente, também foi um ano de Copa do Mundo: a seleção acabara de ganhar a taça com um futebol que primava pelo defensivismo treinado por Carlos Alberto Parreira.

Agora, o Brasil se prepara para disputar o Mundial em casa com um time mais ofensivo sob o comando de Luiz Felipe Scolari – Parreira também aparece na comissão técnica. Mas, fora do time brasileiro, o futebol local vive uma crise que pode ser revelada pela inédita desclassificação de três equipes na fase de grupo da Libertadores.

Fonte: Blog do Rodrigo Matos - UOL