Um dos jogadores mais importantes do elenco do Botafogo, o meia Camilo fez questão de deixar claro que está em plena forma física para enfrentar o Atlético Nacional nesta quinta-feira pela Libertadores.

– Nesse tempo que nós ficamos sem jogos (antes da partida contra o Grêmio, no último domingo), eu me doei bastante para voltar. Era importante para mim. Para quinta, estou totalmente confiante para todas as condições do jogo. A situação de chute, por exemplo, estava me preocupando antes. Agora, não mais.

Foi num chute que Camilo sentiu na partida contra o Barcelona de Guayaquil, o último compromisso do Botafogo na Libertadores. Após uma tentativa de fora da área, o jogador sentiu dores e, mais tarde, foi substituído.

Desde então, ele tem treinado até mesmo nas folgas para voltar a ter condições de jogo.

O companheiro de meio-campo, Montillo, não deve atuar. Ainda se recuperando de lesão muscular, o argentino ficou apenas na fisioterapia nesta terça-feira. Camilo falou da falta que o meia faz na equipe:

– Ele é muito importante pela qualidade e experiência. Esperamos que ele possa voltar assim que possível.

O jogador também deu sua opinião sobre o que precisa mudar na equipe para as próximas partidas e destacou que a atuação contra o Grêmio merece “ser esquecida”.

– No último jogo da Libertadores, cometemos erros que não devemos cometer, como tomar dois gols no início. Teve também a minha lesão. Já o jogo contra o Grêmio é para ser esquecido, nunca vi a equipe dessa maneira. Não me lembro de um jogo tão ruim em todos os setores, exceto o Gatito, nosso melhor jogador. É esquecer, trabalhar, nós trabalhamos bastante.

Fonte: Extra Online